Massa está de volta, mas deveria mesmo ter voltado? – Pitacos F1

Acredito que você, que está lendo este texto agora, já saiba que a Mercedes anunciou Valteri Bottas como substituto de Nico Rosberg e que a Williams re-contratou Felipe Massa para a temporada 2017, fechando assim todas as vagas disponíveis! Vale a pena citar também que Pascal Wherlein já foi confirmado na Sauber como companheiro de Marcus Ericsson e, considerando que a Manor infelizmente não estará nesta temporada, podemos concluir que a silly season está encerrada, estamos entendidos!? Então ok, vamos para a próxima parte!

c2tkbqwwqaaf8ni
Voltei seus porr*!

Porque esta introdução e explicar toda esta dança das cadeiras, sendo que o foco deste que vos fala é Felipe Massa e seu retorno um tanto quanto inesperado? Simples, porque primeiro temos que entender que zona foi esta, pois ao final da temporada de 2016, Massa havia se aposentado da F1 (assim como tinha anunciado ainda no GP de Monza) e teve uma despedida mais do que merecida e se bobear a mais bela despedida que uma F1, tão desumanizada, já viu! Sim meus caros, quero que citem uma despedida tão bela quanto foi a de Felipe Massa, com direito a andar pelo paddock com a bandeira do Brasil e ser aplaudido e abraçado por praticamente todos os mecânicos de todos os boxes em que passou, uma despedida memorável com imagens tão belas que jamais poderiam ser reproduzidas. E jamais deveriam, né?

Mas então, pode ser que isso se repita, ou não, talvez Massa se despeça da F1 novamente e nem precise fazer um novo show como foi feito, ele é um ótimo piloto, merece todos os créditos até então dados a ele. Felipe Massa é sim um piloto de ponta e ao contrário do que todos dizem, não, ele não se aposentou tarde e não estava fazendo hora extra na F1, ele apenas perdeu um pouco do ritmo, mas oras, com o carro da Williams de 2016, sinceramente, ele nem deveria ser cobrado.

Afinal, o retorno de Massa vai ser benéfico para a F1? E para o piloto? O que isso pode pesar? Acompanhe nesta sexta no Globo Repórter aqui comigo, vamos fazer uma pequena análise de um caboclo que pode até não ter a opinião mais importante do mundo, mas se você não concordar com nada que eu disser aqui, a caixa de comentários estará livre para me rebater!

f1-brazilian-gp-2016-felipe-massa-williams-is-applauded-by-the-ferrari-team-in-the-pits-af
Sim, foi linda a despedida de Massa, mas ele voltou…então não vai valer de nada!?

Ter o nome de Felipe Massa na F1 pode ser muito bom sim para o esporte, Felipe Massa é um bom piloto, experiente, conhece bem este mundo e ainda está em um bom nível, digo e repito que seus anos de Ferrari foram muito bons, sempre lutou por vitórias e o problema dele sempre foi o “Fator Alonso”. Na verdade Felipe sofreu com o famoso “Alonso is fasther than You!”, isso acabou com ele e acabaria com qualquer piloto, ainda mais na equipe em questão, mas este não é o ponto, assim como o retorno de Massa pode ser uma coisa boa, pode também ser algo ruim.

A F1 precisa de uma renovação de pilotos, tirando Lance Stroll, não teremos mais nenhum novato para esta temporada, tudo bem que a safra atual é bem jovem, vejam Verstappen, Sainz Jr, mas mesmo assim, a busca por um piloto, digamos que “velho” mostra que os pilotos mais jovens também não estão em um bom nível. Tomamos como exemplo Felipe Nasr, seria uma boa escolha para a Williams também (nem tanto, eu sei, mas tentem enxergar meu ponto de vista). Nasr, que já tem dois anos de experiência, já conhece o mundo da F1 também, e os carros de 2017 serão uma incógnita para todos os pilotos, serão carros completamente novos, os pneus também serão diferentes e a própria Pirelli já avisou que eles serão mais duráveis (o que pode ser algo muito ruim, falarei nisto em um post mais pra frente). Poderemos ter corridas de apenas um pit-stop, ou seja, ninguém ainda sabe como regular, o que regular ou o que trabalhar para melhorar os carros, então um piloto muito experiente ou um piloto com um pouco menos de experiência mas que pelo menos já conhece os carros pode ser que não mude muito as coisas! Talvez a própria Mercedes tenha errado em contratar Bottas e poderia ter trazido Ocon ou Wherlein para a equipe!

Além de tudo isso a torcida brasileira pode ficar chateada depois de todo o apoio dado ao piloto em suas últimas corridas, mas acho que isso seria de uma infantilidade absurda, na verdade quem vai ficar de mimimi vão ser sempre os famosos detratores do Massa, aquele pessoal que só sabe criticar o piloto dizendo que sempre inventa uma desculpa por não ter tido uma corrida boa ou por não ter se classificado em uma posição melhor, pois na verdade sem nenhum brasileiro próximo de chegar a F1 nos próximos anos, o retorno de Massa soa como um último suspiro para o país, vendo que a situação atual esta cada vez mais feia, ao menos será uma desculpa para que continuem transmitindo a F1 pelo menos durante 2017, já que se fala em um contrato de apenas 1 ano!

Claro que a Rede Globo não deixaria de transmitir a F1 em 2017, eles ainda tem um contrato com a FIA e a FOM que vai pelo menos até 2020, mas e aí, imagina só quanto a emissora não poderia perder em audiência sem nem ao menos um brasileiro para torcer durante a corrida? Sei que muitos que acessam o blog de duas uma, ou não deixariam de assistir as corridas pelo simples fato de gostar de automobilismo e outros já sequer nem assistem devido ao fato de não termos mais um “Senna” para representar o Brasil na F1.

f1-mexican-gp-2016-daniel-ricciardo-red-bull-racing-rb12-felipe-nasr-sauber-c35
Tantos novatos… nenhum escolhido…

Algo que poderia ter acontecido também seria a Mercedes chamar Felipe Massa mas isso seria algo difícil de acontecer, por dois motivos, primeiro que Massa já havia anunciado que ia parar, segundo que por mais que Felipe tenha sido em algum momento um segundo piloto na Ferrari com certeza o mesmo não aceitaria o fato de ter que abaixar a cabeça somente para Hamilton ser campeão novamente e com certeza Massa não deixaria uma situação como esta se repetir! Fora que Massa e Hamilton não se bicam muito, o piloto inglês de temperamento um tanto quanto “folgado”, digamos assim, e um brasileiro paulista que dificilmente seria subordinado novamente, talvez isso só fosse bom para quem estivesse assistindo, mas confesso para vocês que eu não assistiria as corridas apenas esperando que Hamilton e Massa batam!

Não, é sério gente, eu não assistiria somente por isso! É SÉRIO GENTE! Tá bom, admito EU QUERO É SANGUE NESSA BODEGA!!! Se controle Maycon, se controle!!!

Desculpe gente, foi uma recaída…

Para finalizar eu quero parabenizar Felipe Massa por ter voltado a F1. Primeiro pela coragem de abandonar a aposentadoria, uma decisão que era certeira, abandonar a ideia de parar para descansar ou até mesmo ir conhecer novos ares, outras categorias, enfim, deixar o capitulo F1 de lado, e segundo porque se a Williams o chamou para voltar, isto significa que eles confiam no trabalho do brasileiro. Ele provou nos 3 anos em que correu pelo time de Grove que é sim um bom piloto, alguém que mostra serviço e que não está ali somente pela zona de conforto!

Felipe que com certeza mostrou a que veio e que não é um piloto qualquer, ele merece sim estar no hall dos grandes pilotos, ele merece sim ser considerado um dos maiores vencedores pois a Fórmula 1 não é para qualquer um, é só ver número de pilotos que começam e depois de duas ou três temporadas já são descartados, então que ele consiga mostrar nesta nova chance a que veio pois Felipe Massa nunca foi um piloto abaixo da média.