Manor está fora da F1

E já começamos 2017 com uma baixa na Fórmula 1, após semanas esperando uma confirmação positiva a Manor informa que estará fora da temporada 2017. É uma notícia um tanto quanto triste, pois além de ser uma equipe a menos podemos cravar que Felipe Nasr não correrá este ano.

A Manor que tem uma bela história na F1, suas atividades começaram em 2010, ainda como Virgin Racing, do então bilionário Richard Branson e correu até 2011, em 2012 a Marussia, fabricante de carros de luxo russa, acabou assumindo as operações do time, que não teve momentos muito felizes, com o acidente da piloto espanhola Maria de Villota durante testes aerodinâmicos em um aeroporto e o então acidente de Jules Bianchi em 2014 (que veio a falecer meses depois) que também foi o responsável pelos únicos pontos do time ao chegar em nono no GP de Mônaco.

GP USA F1/2016 - AUSTIN (TEXAS) 23/10/2016 © FOTO STUDIO COLOMBO PER PIRELLI MEDIA (© COPYRIGHT FREE)
Vai ser chato não ter mais a Manor!

Mas ao final de 2014 após passar por dificuldades financeiras a Marussia deixou de existir sendo assumida pela Manor, que manteve o vínculo com a Ferrari durante a temporada de 2015 e passou a usar os motores Mercedes em 2016, além de trazer vários reforços técnicos para o time. O grande momento do time foi só em 2016, quando Wherlein no GP da Áustria terminou em décimo, o que pareceria a salvação do time, mas quando Nasr terminou o GP do Brasil em nono, garantindo a premiação ao time suíço, colocou tudo a perder.

51q0oj6nle9oq69w09xdp697l
E Nasr ficará sem ter onde correr na F1

A Manor é a última das novatas que chegaram a F1, em 2010, a deixar o circo, a primeira foi a Hispania (que virou HRT) e depois a Lotus (que virou Caterham) e com certeza deixam muita saudade aos fãs de F1 e também deixam o grid com menos carros.