Melhores músicas para ouvir quando andar rápido

Alguns de nós da equipe temos uma teoria de que um carro sem som não é um carro de verdade. É lógico que o ronco do motor é uma das melhores sinfonias para se ouvir enquanto dirige, mas a experiência de ouvir uma trilha sonora de um filme e sentir nele, ou até ouvir uma música que remeta a alguma experiência especial é extasiante. Por isso, hoje, trazemos uma seleção de 20 músicas para você ouvir enquanto você lembra que a sexta tá chegando, que seu carro está com o documento quitado, que o Felipe Massa voltou pra F1, que o limite de velocidade das rodovias em SP subiu, dentre outras situações que vão te animar a correr e se sentir o Senna nas ruas.

trackday
Playlist “Pau na máquina!”

Lembrando que não estamos incentivando ninguém a andar rapidamente. Não fazemos qualquer apologia a rachas. A lista tem como objetivo o entretenimento e trocar ideias com a comunidade automotiva quanto aos nossos gostos musicais. Então, fiquem com a playlist agitada dos Amigos GearHeads!

Maycon Tavares

Tornado of Souls – Megadeth

“Essa música desde a introdução já passa uma energia positiva absurda, Marty Friedman simplesmente te envolve com uma tocada técnica, rápida e absurdamente melódica, quando Mustaine entra nos vocais você sente ainda mais vontade de acelerar e continua no pique até a hora do solo, que no inicio é calmo, e vai aumentando o ritmo e te deixando cada vez mais extasiado! Ao final do solo é bom prestar atenção e ver se seu pé não acabou atravessando o assoalho do carro.”

Last Man Standing – Hammerfall

“A música já diz tudo pelo nome, “O último homem de pé”, em tradução literal, faz você lembrar daquelas corridas de eliminação, em que a cada intervalo de tempo quem estiver em último é eliminado. A música já começa dizendo que o interlocutor será o último a permanecer de pé, depois entra em um modo calmo fazendo você se preparar para uma bela redução de marcha quando entrar no refrão. Aí, meu amigo, você não quer mais parar de acelerar e quando entra no solo você já não consegue mais se controlar e só pensa que não quer ser eliminado e sabe que será o último a continuar de pé.”

Breno Ribeiro

Matador – Arctic Monkeys

Ignore a (curta) letra: “Matador” ganha seus ouvidos pelo arranjo. Depois de “The View From the Afternoon” e “Brianstorm” ninguém imaginaria que Matt Helders poderia tocar ainda mais rápido. Eis que surge “Matador”, o gran finale dos b-sides de Favourite Worst Nightmare, com uma bateria monstruosa. “Matador” é rápida demais para ser classificada como indie e complexa demais para ser classificada como punk. Tem três tempos distintos e uma pegada bem mais sombria do que qualquer outra música do Arctic Monkeys lançada até então. “Matador” pede para que você dirija com a faca nos dentes, que você assuma o controle do carro como nunca fez, especialmente na terceira parte da música.

Revvin’ Up – Crush 40

Estamos falando de uma música rápida, com muitas inversões, um vocal impressionante, guitarras bem elaboradas e um solo ainda mais veloz. É uma música que transforma o ato da direção em pilotagem. Historicamente falando, “Revvin’ Up” faz parte da trilha sonora do jogo NASCAR Arcade, publicado pela SEGA. A banda Crush 40, ainda sob o nome Sons of Angels (ainda bem que eles trocaram), surgiu quando o Jun Senoue, guitarrista e compositor de jogos da SEGA, conheceu Johnny Gioeli, então vocalista da banda Hardline. Dessa parceria surgiu “Open Your Heart”, um clássico das trilhas sonoras dos jogos do Sonic (acredite, a série Sonic tem músicas muito boas) e mais uma sequência de canções incríveis.

Felipe Parnes

Furious – Ja Rule

“Minhas escolhas foram as lembranças de dois filmes que deram início a uma nova geração de GearHeads: Velozes e Furiosos e Velozes e Furiosos Desafio em Tokyo, que na minha opinião são os dois melhores filmes da franquia. E uma das músicas que embala o primeiro filme é “Furious”. Se Dominic Toretto e Brian O’Conner voavam baixo com este som, quem sou eu para não obedecer?”

Tokyo Drift – Teriyaki Boyz

“A música tema do terceiro filme acompanha o protagonista Sean em sua primeira aventura no Japão. Com essa música o garoto desafia o Drift King mesmo sem saber o que era drift, não preciso dizer mais nada.”

Douglas Mariano

Pump It Up – Joe Budden

“Desde meus 15 anos, quando lançou o filme Mais Velozes e Mais Furiosos, essa música me inspirava a correr até mesmo na minha bicicleta (rsrs), mas assim que adquiri meu Monza prata com neon azul a coisa mudou. Era só pegar a estrada e já me achava no Skyline do Brian. Indico para quem gosta  de dar aquelas esticadas noturnas pela cidade.”

Champagne e Água Benta – Charlie Brown Jr.

“Aquela rebeldia, que todos nós temos, quando ouvimos as músicas mais rápidas do Charlie Brown Jr, também vale quando estamos dentro do carro. Não tem como não querer “meter o pé” no acelerador com a levada dessa musica. A musica cai muito bem naquele sabadão a tarde, onde você anda com os vidros abertos após dar aquele trato no carango.”

Rodrigo Tavares

Fuel – Metallica

“Sou grande fã dos caras, foi o primeiro metal que escutei na vida, e uma das melhores músicas deles é justamente na pior fase da banda e falando sobre carros, uma grande paixão de James Hetfield. Como minha banda de cabeceira, é comum ouvir dirigindo, mas todas as vezes que começa “Fuel” os outros carros ficam lentos, quer dizer, eu que começo a andar mais rápido sem perceber. Cuidado com essa música, altas chances de estourar sua CNH.”

Interceptor V6 – Matanza

“Outra musica sobre carros, com alguns erros sobre motores, mas que sem querer o pé vai em direção ao assoalho é “Interceptor V6″ do Matanza. Riff forte, rápido, que acelera o coração e a rotação do motor.”

Flavio Marques

Sex Type Thing – Stone Temple Pilots

“O que um grunge que não é um dos mais rápidos e nem pesados faz nessa lista? Simples. Essa música fazia parte da Soundtrack de Gran Turismo 2, para mim o game mais marcante do gênero já feito. Quando eu era mais novo ficava saindo e voltando do mesmo Endurance Event até que essa música fosse tocada.”

Panama – Van Halen

“Essa música é sensacional para quem curte “o bom e velho Rock ‘n’ Roll”. Não tem quem não entre num headbanging (desde o tímido até o mais animado) no exato ritmo do bumbo. O ronco do motor no meio da música é cortesia da Lamborghini Miura (já falamos sobre a Miura aqui) do Eddie Van Halen. O problema é que quando estou ouvindo essa música bem nessa parte com o ronco da Miura, enquanto estou parado no farol, meu pé tem uma tendência grande a escapar da embreagem na saída, if you know what I mean…”

Sidney Mitz

Helicopter – Martin Garrix & Firebeatz

“Voltei a ouvir musica eletrônica com mais frequência após ouvir as músicas do Martin Garrix, e essa musica tem uma batida muito f*** que anima ainda mais nas tocadas no modo soviético.”

Alamo – Bassjackers & Brooks

“Outra musica eletrônica? Sim, é o que mais escuto ultimamente, então minha parte só terá eletrônicas. E assim como “Helicopter” tem uma batida que anima bastante, se você estiver meio mal, com essas músicas já se anima para dar aquele pau nas cabritas.”

Gabriel Tenguan

Symphony No. 5 – Beethoven

“O andamento de “Symphony No. 5” traz gradualmente um ritmo mais acentuado, que empolga a andar mais forte. E música clássica é épica por si só também. Faz o ato de guiar o carro parecer uma sinfonia. Tudo parece orquestrado, literalmente.”

Sunlight – Modestep

“Sunlight está aqui mais por ser uma música muito presente numa parte da minha vida. Sempre preferi a noite ao dia. Traz um sentimento meio “NightRider”, rs. Embora eletrônica e agressiva ao se ouvir, ela sempre me agradou e relaxou. Por muitos anos presentes em minhas playlists. Principalmente, no rush ou num momento de tranquilidade. A música sempre corroborou com meu estilo de vida. Lembro quando no primeiro Forza Horizon tinha uma música do Modestep. Aí repetiram e colocaram outra da banda no Horizon 2, fiquei super empolgado com o jogo principalmente por isso.”

Bruno Netto

Toxicity – System of a Down

“Para andar rápido, existe algo que mexe com nossa adrenalina quando se escuta Rock, independente do tipo de Rock. Quando você vê, o sangue esquenta, o pé pesa, seu cérebro está capturando mais informações e BOOM! Você já está na velocidade máxima permitida. System of Down tem músicas intensas, “Toxicity” em especial traz uma bateria insana e um início bem abrupto, necessário para dar aquele gás quando você está na rua e o sinal fica verde.”

Take a Look Around – Limp Bizkit

“Limp Bizkit tem músicas ligadas a carros, mas não a performance. É mais pro cara que quer desfilar mesmo, com seus graves potentes e sua suspensão a ar. Só que “Take a Look Around” tem uma sonoridade diferente, ouçam e me digam.”

Murilo Zanoni

Act a Fool – Ludacris

“Com toda certeza essa é minha predileta, sou muito ligado à filmes e viciado em Fast and Furious (principalmente no segundo), portanto essa música sempre me deixa com vontade de pisar mais forte lembrando a cena do Brian O’Connor e o Skyline costurando tudo e todos na ponte, é a cena que mais gosto em todos os filmes que já vi, sabe lá por que.”

Oye – Pitbull

“Novamente uma outra música do meu filme predileto, 2Fast 2Furious, sempre que escolho ela na pasta tem que ser num lugarzinho bom de esticar, me animo DEMAIS e dá vontade de meter o louco!”

image10
Aumenta o som!

E aí, o que você achou da nossa lista? Para facilitar, selecionamos todas as músicas possíveis e fizemos uma playlist no Spotify. Fiquem a vontade para mandar sugestões!