Qual a diferença entre Muscle Car e Pony Car nos carros atuais?

Todos nós loucos GearHeads já ouvimos o termo “muscle car” usado para uma variedade de carros americanos de tração nas rodas certas traseira e com um belo motor V8 berrador debaixo do capô. Só que em alguns casos existe um termo mais apropriado para descrever esses carros.

Vamos voltar um pouco na história e tudo retoma ao Ford Mustang original, que causou  uma bela revolução no mundo do carro quando chegou em 1965. Ele foi um carro relativamente compacto, acessível e esportivo destinado aos jovens, que se tornou tão popular a ponto de criar a sua própria classe: a classe “pony car”.

1
Mustang GT 350, um dos Mustang mais emblemáticos

Consequentemente, outros fabricantes queriam uma fatia da torta que a Ford estava comendo. Rivais logo vieram juntos na forma de Plymouth Barracuda e Chevrolet Camaro. Este último se tornaria o carros que mais tretaria com o Mustang espinho no sapato do Mustang até os dias de hoje.

2
Plymouth Barracuda, um dos carros que vieram para disputar com o Mustang na época do seu lançamento
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
O Camaro, que até hoje é o carro que disputa com o Mustang no mercado americano

Por outro lado, os muscle cars sempre foram muito maiores, tanto em suas dimensões exteriores quanto em equipamentos encontrados sob o capô. Estamos falando em V8’s monstruosos como o Dodge Charger, Ford Galaxie e Chevrolet Impala.

GALAX SÃO PAULO 13/12/2010 - JORNAL DO CARRO - CARRO DO LEITOR - Fotos gerais do Ford Galaxie 500 do leitor Gilberto
Se liga no tamanho da barca!

Olhando para os dias de hoje a coisa virou uma salada literalmente. A maioria desses carros “tradicionais” do mundo dos muscle cars, há muito desapareceu ou se transformaram em máquinas muito diferentes. Alguns diriam que o atual Dodge Challenger é o único carro verdadeiro muscle car a venda agora.

Enquanto outros fabricantes dos EUA estão obcecados com a suspensão toda ajustável, a perda de peso e os tempos em Nürburgring, a Dodge e seu Challenger parecem focados no entretenimento em linha reta, vide o novo Dodge Demon que está para lançar e será basicamente um carro de arrancada legalizado para as ruas.

ford-mustang-gt-2015-12
O Mustang de 2015 perdeu o visual mais robusto

O novo Ford Mustang, por outro lado, muitas vezes se vê marcado como um pony car, graças em parte à sua linhagem. Ainda é dirigido por jovens, e tendo finalmente abandonado todo o negócio de eixo traseiro rígido, mudando para suspensão traseira independente na última geração. A aposta agora certamente é ter um carro mais focado em devorar curvas.

É o mesmo negócio com o Chevrolet Camaro. Novamente, temos amortecedores adaptativos no menu, para não mencionar uma grande queda no peso (e no tamanho) em relação ao último modelo. Um argumento poderia ser feito para o conceito de pony car sobre este carro também.

E sobre os Mustang GT350 e Camaro ZL1? Bem, há razões para chamá-los de “carros esportivos”. E se as versões “normais” continuarem se tornando mais sofisticadas, acabaremos descrevendo-as melhor como carros esportivos, prontos para brigar com carros europeus de mesmo porte.

Embora uma vez tudo isso foi claro, hoje em dia a definição de “pony car” e “muscle car” é mais aberta a debate. Os puristas irão insistir em dizer que o Challenger é o unico muscle car e o resto deve ser chamado de pony cars, enquanto outros dizem que os puristas estão apenas vivendo no passado e o termo “muscle car” pode ser aplicado um pouco mais liberalmente.