Conheçam o Ford Focus Zetec de Guilherme Alexandre – Carros da Galera

logo1

Falaí galera GearHead, hoje estamos postando mais um projeto do Carros da Galera! Além de nos aproximarmos de vocês, isso fará com que todos possam conhecer outros carros, ver diversos pontos de vista em cima do mesmo carro, despertar aquela paixão escondida meio renegada e até mesmo tirar aquela dúvida final, aquele detalhe que faltava para te animar na compra do veículo!

Lembramos que não queremos apenas os projetos mais absurdos, qualquer um pode participar, o foco aqui é na sua história com seu carro ou outros carros, queremos conhecer nossos leitores também! Hoje traremos para vocês um Zetecão mancão que todos irão curtir, do nosso amigo Guilherme, com seu Foc*são safra de 2000! Aproveitem as histórias desse maluco aqui no Carros da Galera.

Diga seu nome, idade, onde mora…aquela apresentação básica para a galera te conhecer!

Guilherme Alexandre, 24 anos (já me decidi, não curto acelerar um francês). São Bernardo do Campo – SP

Qual carro você tem?

Atualmente um Ford Focus, 2000/2001, 1.8 Zetec, GL. O primeiro focus no Brasil.

Porque escolheu este carro?

A situação financeira estava péssima, tive que me desfazer de um carro que gostava muito. Estava a pé para fazer os roles. 🙁

Queria algo barato, completo e com motor valente, tendo em vista que preciso de carro somente no final de semana (nem ligo para consumo). Bom, nessa descrição só um milagre, não é?

O milagre tinha nome e era Focus, esse aí. O primeiro de todos. Completinho! E barato!

O Foc*são (ele é um c*são mesmo), apareceu no trampo do meu pai, (assim como todos os carros que tive e provavelmente terei) o preço era ótimo, pois o senhorzinho tinha pressa.
Bingo! Venha para o pai, venha.

IMG_4731

Como você acredita que nasceu este amor/paixão/admiração por este carro em especifico?

Eu já pesquisava Focus desde quando quis vender meu primeiro carro. Queria a última versão do primeiro modelo que veio para o Brasil, o top, um Ghia 2.0 Duratec. O problema foi achar um desses com preço justo, conservado e pouco rodado. Não achei! Surgiu um Polo e comprei (QUE CARRO!). Quando veio a crise me desfiz do Polooza, passei ele para o meu pai, ele assumiu a dívida. Fiquei sem um real, com uma mão na frente e outra atrás. Foi quando voltei a correr atrás de um focus, porém mais básico e mais velho do que aquele Ghia. E, claro, motor Zetec.

Outra coisa, foi um desafio gigante aceitar que esse era o carro o ideal. Ué, mas por que? Porque ele tinha 140 mil km rodados. Isso para mim e para todos os carros que entram na minha família é um absurdo. Geralmente só compramos raridade, pouquíssimo rodado, tipo aqueles da Pastore, não importa se tem 10 ou 20 anos de uso. Somos muito chatos e exigentes. É meio que tradição na família, sabe?

Bom, tendo em vista a alta quilometragem, levei três mecânicos para verem o carro. Os três elogiaram pela conservação e manutenção, que foi levada a risca pelo senhorzinho.
Como não se apaixonar?

Quais carros já teve antes do atual?

  1. Corsa C 2002 prata. A primeira versão do Corsa C. Basicão de tudo! Melhor escola de todas. Peguei em 2011 com 40 mil rodados;
  2. Polo 2007 cinza. A primeira versão depois daqueles faróis de bolinha. Completinho. Em 2014;
  3. O Focus. Janeiro de 2016.

Esses foram os meus MESMO, mas na minha casa todo mês tem uns 2 carros diferentes. Sempre tem novidade. Isso é muito da hora!!!

O carro tem alguma alteração de motor e/ou estética!?

Todo OEM, tirando a parte do escapamento. Eu gosto muito de ronco e barulho. Removi o abafador e o intermediário. Coloquei um JK. Os vizinho pira.

Tem alguma pretensão de preparação de motor e/ou estética ou pretende deixar original!?

Por ele ser muito rodado, não tenho total confiança de que posso mexer e exigir mais de motor. Quanto a aparência, nesses casos gosto de manter a original. Não “compensa” pra mim. Devo gastar para manter conservação e só.

IMG_4739
Tão alto quanto um HRV

Quais você considera os pontos fortes e fracos do carro?

Ponto forte: Motor, sem dúvida nenhuma. É muito forte por ser o 1.8 que foi usado em Escort. A suspensão também é bem confortável, embora prefira suspensões da VW, sentir o asfalto no volante etc.

IMG_4740
“Forte”, “motor de Escort”… O cara não tem ideia do que ta falando

Ponto fraco: Acabamento interno é zoado! Quando está frio, vibra tudo dentro, faz ruídos. Isso me irrita de uma maneira que você não faz ideia!

Outra coisa. Mesmo sendo hatch, acho ele grande demais. Deve ser porque saí de um Polo. Para fazer e sair de balizas apertadas, ele é bem chato, pois você não vê nada da frente. Hoje em dia acostumei, mas antes eu usava o truque do celular. Colocava o braço pra fora da janela mirando o capo com câmera ligada e ia olhando no display. Como no vídeo que enviei. Inclusive aparece o Polooza.

Como é o uso no dia-a-dia!? (Conforto, consumo, manutenção, desempenho, etc)

Utilizo só no final de semana. Meu pai usa para trabalhar no dia de rodízio. Ele é bem confortável embora não tenha nenhuma tecnologia voltada para isso, por exemplo, não possui nem retrovisor elétrico.

Quanto consumo, é uma consequência. Se abusar do acelerador, ele bebe sem dó, caso contrário não. E o desempenho é bem legal, bate 100 km/h em segunda pra ter uma ideia.

IMG_4736
Bebe mais que o velho no boteco! Só não engata essa ré para não cegar todo mundo

Como são seus gastos com o carro?

O básico de tudo. O combustível (gasolina) vai conforme a demanda do acelerador. IPVA está por volta de R$ 480,00. Mantenho os pneus originais, que por sinal nem é mais fabricado e acabo pagando mais caro por isso. Troquei o jogo todo, fiz alinhamento, balanceamento e troquei bieletas (pois estavam fazendo aquele barulho chato). Bom, nessa brincadeira foram por volta de R$ 1.500,00. Mas acho justo, ficou zero!

Qual foi a viagem mais longa que já fez com ele?

Infelizmente não fui muito longe, por falta de oportunidades. Fui algumas vezes de onde eu moro para o litoral, Guarujá, SP. E outra para Indaiatuba, SP.

Como se portou durante a viagem?

Consumo bom, tendo em vista que gosto de pisar forte na maiorias das vezes. Porém, dependendo da velocidade atinge algum ponto de vibração que gera ruído interno no acabamento. Isso me irrita muito, como já falei. É alguma coisa muito besta, mas não descobri onde. Sei que fica próximo ao porta-luvas. Mas nada que aumentar um pouco o som não resolvesse.

Ele já te deixou na mão? (Quebrar em algum lugar longe de casa/voltar de guincho pra casa) O que aconteceu?

Já! Sai do shopping com minha namorada, já era noite. No meio do caminho senti cheiro de queimado. Olhei a temperatura: “ih, ferveu!”.

Eu estava numa avenida de 4 faixas (2 idas e 2 voltas) sem acostamento e calçada no sentido que eu estava. Precisava pegar a contra-mão e encostar numa rua. Ao tentar fazer isso, por conta de algum sensor de temperatura o carro apagou no meio da tentativa. Era eu e minha namorada, na contra-mão, de noite, com o carro desligado. Deu aquele frio na barriga, misturado com raiva.

Bom, deu tudo certo, consegui aproveitar o embalo e manobrar, mesmo com direção duríssima por ter desligado.

Resumo, a mangueira do radiador ressecou, rasgou e vazou toda água. Busquei o carro no dia seguinte com o guincho. Troquei a mangueira em questão e outras mais pra não dar mais esse tipo de problema de novo.

Qual a melhor história que já teve com este carro!?

Não tive tantas histórias, pois de todos esse é o carro que usei menos, mas… Racha conta? Haha! Certa vez na rodovia ultrapassei um Jetta 2.0 (aspirado) desses últimos modelos, acho que o cara não curtiu. Resolveu vir atrás, grudou e começou a dar farol. Já fiquei puto. Nesse hora, se eu tivesse de boné, ia virar ele para trás!

Bom, reduzi e comecei acelerar, ele fez o mesmo, mas eu abria distância cada vez mais. Quando achei que tudo estava acabado, surge ele de novo, fazendo a mesma coisa… E lá fomos nós DE NOVO. Nessa hora o trânsito não estava tão livre, começamos a costurar, e ele de novo ficou para trás. DE NOVO!

Com certeza o cara estava louco da vida, um carro de 50 mil cheio dos paranaue levando benga de um de 14 mil. Com certeza é desesperador. CHUPA JETTINHA!

2017-03-07-PHOTO-00000782
História de Pescador? Não! História de dono de Focus mesmo

E a pior?

A pior, mas também uma das melhores. Na mesma rodovia (minha casa só tem acesso por ela) no meio da madruga.

Comecei acelerar do lado de um Monza. O cara foi me acompanhando, chegou a ficar na minha frente. Começou dar aquele mesmo desespero que o cara do Jetta deve ter sentido. Estava lá eu e o cara com o Monzão no pau (hummm). Só consegui vantagem em cima do cara quando bati uns 170 km/h, depois disso o Monza foi crescendo cada vez menos e eu abri distância. Mais uma prova de como esses GM ainda são monstros.

Esse dia poderia ter sido ruim, quase foi…

Também teve o dia que levei benga de um Audi A3 180cv. Mas estranho seria se não levasse, né. Era obrigação do cara me fazer comer poeira. E comi, viu…

IMG_4737
A única coisa que eles viram foi esse design totalmente duvidoso pelo retrovisor

Pensa em algum dia trocar/vender este carro!?

Penso sim, estou querendo mais motor. Mais funções, mais botões, sabe? Veremos o que vem por aí… Abraços!

IMG_4730
O cara não acha que o Focus tem frufru demais, QUER BOTÕES! Luz de injeção se preparando para ficar acesa pra sempre ali

E por hoje foi só pessoal! Essa foi a história do Guilherme Alves com seu Focus impecável. Nada como uma carroça dessas pra levar benga na estrada!

E se você quer participar do Carros da Galera é só mandar um e-mail para amigosgearheads@gmail.com. Lembrando que o carro da semana sempre será a capa do nosso Facebook. Esperamos que todos tenham gostado e semana que vem tem mais! Para ler sobre outros carros que participaram aqui do carros da galera, clique aqui.

Todas as informações aqui veiculadas são de total responsabilidade do autor das respostas e as mesmas não necessariamente vão representar a opinião do Amigos GearHeads.