F-E correrá em São Paulo em 2018

Eis que você chega para trabalhar, está sentado em sua mesa se concentrando nos relatórios e um amigo te manda a seguinte mensagem: “F-E vai correr no Brasil #fikdik”. Num primeiro momento pensei “que mona, com esse negócio de ‘#fikdik'”, mas logo caiu a ficha e, caraca, finalmente a Fórmula E vem correr em terras brasileiras.

É isso mesmo: depois de lidar a menos de um mês com a perda da etapa de Buenos Aires, o pessoal do site Grande Prêmio apura que São Paulo e a F-E se acertaram após o diretor-executivo da Fórmula E, Alejandro Agag, passar pela cidade e se reunir com o piloto Lucas Di Grassi e representantes da SPTuris – empresa de capital misto que conta com a Prefeitura como sócia e administra o autódromo de Interlagos e o complexo do Anhembi. Após o acerto entre as duas partes o prefeito João Dória deu sinal verde para a realização da prova.

O traçado será diferente do que a Indy utilizou quando correu em São Paulo, entre 2010 e 2013, e a F-E também terá o Sambódromo do Anhembi como palco de suas atividades, porém não vai utilizar a Marginal Tietê pois, como prega a F-E, a intenção é não causar muitas dores de cabeça para a cidade-sede e a rotina de seus habitantes.

A etapa ainda não tem uma data definida, mas irá acontecer em março de 2018, para aproveitar as estruturas montadas no Anhembi para os desfiles das escolas de samba, que ocorrerá entre os dias 10 e 13 de fevereiro. Além da corrida um evento sobre mobilidade elétrica deverá ser realizado no complexo de eventos durante o período da prova.