Genebra 2017 – Tamo Racemo Sports Coupe é a aposta da Tata Motors no ramo dos esportivos

Você se lembra da Tata Motors? A empresa indiana, que tentou vender o carro mais barato do mundo, o Nano, em diversos países, mas até na própria Índia ele não é muito bem visto? Pois saibam que nem só de fracasso vive uma empresa. A Tata é dona de nada mais nada menos do que o Grupo Jaguar-Land Rover, o que significa que ela possui certo dinheiro em caixa. E possuir dinheiro em caixa significa poder gastar com conceitos que poderão ou não vir às ruas, como é o caso do Tamo Racemo Sports Coupe, apresentado no Salão de Genebra este ano. Vamos conhecer um pouco mais deste esportivo indiano.

50_tamo_racemo

A plataforma, chamada de MoFlex, nos trás um cupê de menos de 4 metros de comprimento, 1,8 metro de largura e 1,2 metro de altura. O motor é um tri-cilíndrico de 1.198 cm³, todo em alumínio, é conectado a uma caixa manual de 6 marchas que envia toda a força para as rodas traseiras. O trem de força, acompanhado de um turbocompressor, gera 190 cv e 21,4 kgfm, levando o carro da imobilidade até os 100 km/h em apenas 6 segundos.

tata-motors-tamo-racemo-7

O conjunto de suspensão é independente nas quatro rodas por braços triangulares sobrepostos. Os freios são a disco perfurados nas quatro rodas, que são de 18 polegadas. O esportivo é montado num chassi tipo “sanduíche” e foi desenhado no estúdio da Tata em Turim.

tamo-racemo-cabin_827x510_81488873747

Além do modelo civil, haverá uma versão para competição, chamada de Racemo+. O concorrente declarado do Racemo é o Mazda Miata MX-5.

tata-motors-tamo-racemo-9

Ao que parece, não teremos apenas um conceito e sim um carro de produção que irá ganhar diversos mercados ao redor do globo. Mas enquanto isso não acontece, aguardamos o seu lançamento pilotando o carro no Forza Horizon 3: O Tamo Racemo está disponível para download gratuito desde já.