O Dodge Demon está entre nós

Quando o Hellcat surgiu a internet parou. Estávamos falando de um V8 tipicamente americano com compressor mecânico de 2,4 litros da IHI (mesma empresa que fabricou as turbinas da linha T-Jet e os compressores da AMG), gerando 717 cv a 6.000 rpm e 89,8 kgfm a 4.000 rpm. É uma usina que admite 30.000 litros de ar por minuto (e eu não canso de repetir este número)!

2015-dodge-challenger-srt-hellcat_100473531_l

Não só o motor era arrasador como o carro estreante se tornou um ícone dos muscle cars modernos. O Challenger Hellcat tem suspensão diferenciada, acabamento com detalhes em vermelho, farol vazado (que na verdade é um duto de admissão para o motor), câmbio manual Tremec TR-6060 reforçado para tamanho torque e até mesmo chaves de ignição diferenciadas: com a preta você usa apenas 500 cv do motor e com a vermelha você libera tudo o que o Hellcat pode lhe dar. Parecia ser a obra prima da Dodge na década. Parecia.

mercedesbenz_eclasssedan_w210_ser1_05
E pensar que o Challenger tem base neste carro

Sabemos que o Challenger Hellcat é um carro absurdo mas o Challenger surgiu em 2006, época em que a Chrysler ainda era Daimler-Chrysler, e se baseia numa plataforma de 1995, da Mercedes Classe E W210 (que é o V8 mais barato do Brasil, diga-se). Isso se traduz num carro de 2 toneladas e 5 metros de comprimento. Sabendo disso, a FCA vai preparar uma nova geração do seu muscle car, mas não antes de uma despedida de gala.

2119_2_low_res
“Nós criamos o demônio… que você não precisa vender sua alma para comprá-lo”

O nome Demon não é desconhecido para os dojeiros mais aficionados. O Dart Demon foi um fastback vendido entre 1970 e 1972 que, na versão mais cara, vinha com um V8 de 5,6 litros (era o 5.2 usando pistões de maior diâmetro) com cabeçotes retrabalhados e comando de válvulas de maior graduação. Essa receita gerava 275 cv brutos e a Dodge o vendia como o “muscle car acessível”. Saiu de linha porque a invocação ao demônio não agradava certos grupos religiosos (é algo parecido com você vendo Dragon Ball e a TV começa a chamar “Satan, Satan, Satan”, nessa hora você abaixava o volume pra sua mãe não ouvir).

4729524-mr-satan
Rapaz, quando esse cara aparecia era um problema…

Nos tempos modernos, a Dodge foi soltando teasers a respeito do mais novo demônio de Detroit. São 12 e você pode vê-los na playlist a seguir:

Percebemos que todos os detalhes dos teasers agora fazem sentido. Até mesmo o vídeo que Vin Diesel soltou em dezembro com dois Challengers modificados, na verdade eram dois Demons.

O Air Grabber está lá!

Enfim, após 88 dias de teasers, agora nós sabemos o que é o Dodge Demon, apresentado hoje (11) no seu site oficial. É esperado que o demônio esteja presente já no primeiro dia (14) do New York International Auto Show.

2018 Dodge Challenger SRT Demon
Sim, o Demon é isso tudo mesmo

O lançamento do Dodge Demon ficou a cargo de uma livestream no YouTube (comentarei sobre o que aconteceu nela mais a frente). Após algumas performances bem curiosas, como dois atores representando os Dodge Brothers em frente às câmeras, Tim Kuniskis, chefe da divisão de carros de passeio, subiu ao palco para contar um pouco da história da marca, de seus esportivos mais recentes e dos fãs “mais apaixonados que existem”.

Todos os detalhes foram apresentados nessa livestream exibida hoje

Ele ainda explicou todos os teasers. No primeiro, o carro evoluiu. No segundo eles levaram o desafio à sério, reduzindo mais de 90 kg. No terceiro eles explicam a transferência de força num carro de arrancada (que contarei mais abaixo), e por aí vai.

udwsiha
Algumas das melhorias do Demon em relação ao Hellcat

Tim ainda deixou claro que é possível adicionar opcionais para tornar o carro “o mais confortável ou o mais insano que você desejar”. E isso inclui som da Harman Kardon, o banco traseiro (por um dólar) e o banco do passageiro (também por um dólar).

WhatsApp Image 2017-04-11 at 21.26.16
Vin Diesel ainda participou do show-off

A presença de Vin Diesel após a revelação do Dodge Demon só serviu para aumentar ainda mais as expectativas quanto ao carro! São 851,65 cv e 106,46 kgfm, fazendo do Demon “o carro mais rápido da história”. Se tratando de uma marca americana, é lógico que eles estão falando do carro mais rápido na linha dos 402 metros. Além disso, o motor é completamente novo: do Hellcat só sobrou o cabeçote. O compressor aumentou de 2,4 para 2,7 litros, o comando de válvulas tem maior graduação, os pistões são diferentes, o virabrequim é novo e com isso temos um 0 a 100 km/h cumprido em ridículos 2,3 segundos!

sdasdqwa
Uma mini-pista de arrancada foi providenciada para a apresentação

Sendo um carro assumidamente de arrancada, o Demon possui para-lamas alargados para abrigar enormes pneus Nitto NT05R radiais (de arrancada, porém legalizado para as ruas) com medidas 315/40 R18, com rodas 18×11. A tração integral, que teve um flerte com o motor V6 Pentastar, não foi confirmada no Dodge Demon. E o mais importante é que o Toretto deve estar alegre agora: o Demon completa o quarto-de-milha em 9,65 segundos!

dfsdfs
Dois Demons foram mostrados…

O Demon tem o maior estudo de eletrônica visto num carro de produção voltado para a arrancada. O conhecido launch control (controle de largada) está lá: o acelerador trava na rotação ideal, a tração é configurada para mandar o máximo possível de força para o chão sem derrapar e o máximo de torque é aproveitado. As novidades são o line lock, que trava as rodas dianteiras para você fazer aquele habitual borrachão e aquecer os pneus, e o transbrake. A arrancada é tão violenta que o carro atinge 1,8 G! Após acelerar, o eixo traseiro recebe até 1 tonelada ao partir em linha reta.

rfer
…um com pintura única, e o outro com capô e teto em preto fosco

Confesso que demorei para entender o funcionamento do transbrake, justamente porque ele me parece igual ao controle de largada. E é igual, só que diferente. Acompanhe comigo. O transbrake é um freio para a transmissão (daí o nome). Colocando o câmbio em D e segurando uma das aletas atrás do volante você ativa esta função. A partir daí a eletrônica trata de segurar o carro, mesmo que você acelere. O carro se manterá em até 2.350 rpm até que você solte a borboleta que está pressionando e a transmissão poderá trabalhar normalmente. Ainda não entendeu? Então lá vai:

Numa arrancada, um transbrake é um mecanismo que seletivamente coloca a transmissão em primeira e em ré simultaneamente, efetivamente segurando o carro de corrida como se ele estivesse freado.

Ele é usado especificamente em transmissões automáticas com conversor de torque, onde é benéfico para construir pressão hidráulica antes do veículo ser lançado.

O transbrake é ativado pelo piloto aplicando uma certa corrente elétrica a um solenoide na transmissão. Com o transbrake ativado (transmissão travada), o acelerador pode ser pressionado para qualquer posição se preparando para a largada sem o piloto se preocupar com o carro rastejando para a frente.

Milissegundos antes que a luz verde acenda o transbrake é liberado pelo motorista e o carro dispara para a frente sem derrapar, o motor já está em uma faixa de alta potência e a transmissão já está em uma marcha baixa.

E é justamente essa a ideia da Dodge. Com mais pressão na caixa, o motor tem 105% a mais de pressão vinda do compressor e 120% a mais de torque em relação à largada com launch control.

edwe
Segundo a Dodge, o Demon tem o maior intake disponível num carro de produção

A palavra da vez é refrigeração e a Dodge investiu pesado nessa área. O Air Grabber, que é uma releitura da peça que admitia mais ar para o motor dos Dodge e Plymouth, abrirá uma pequena janela no scoop central do capô, ajudando a admitir mais ar fresco para o motor. Sabemos que o ar frio é mais denso, logo, considerando um volume constante, há mais moléculas de O² numa região fria do que numa região quente devido à vibração das moléculas.

sdas
Não poderia faltar um burnout na apresentação

Por isso essa preocupação com a admissão do ar em maior quantidade, mas a Dodge foi além: o ar-condicionado do carro poderá ser usado para resfriar a temperatura da admissão a até 7,2 ºC, sendo o primeiro carro de produção com este recurso. Resta saber o quanto esse ganho de potência pelo ar refrigerado admitido irá representar, sabendo que o compressor do ar-condicionado rouba potência do motor.

srt_demon_teaser_13l37m2fdda94blk3rd8p3bfrje1-620x413
A tecla para combustível de competição está lá

Outra confirmação é o sistema que permite o uso de gasolina com mais de 100 octanas. Assim que acionado, a central joga um mapeamento diferenciado no motor, permitindo um maior avanço no ponto de ignição e uma taxa de compressão mais elevada. Mas é lógico que os sensores de pré-detonação farão o seu trabalho, identificando se a gasolina é realmente de alta octanagem, evitando que o motor seja danificado. Duas bombas de combustível, flauta de alta pressão e bicos injetores de maior vazão fazem parte do pacote. Assim que o carro for desligado, o sistema é desativado. É o primeiro carro de produção com esse sistema.

WhatsApp Image 2017-04-11 at 21.25.47
O penúltimo clipe ainda mostrou uma série de Dodges ao lado do Vin Diesel

Os semi-eixos usam ponta de 41 estrias e são fabricados em aço de alta resistência, aumentando a capacidade de transmissão do torque em até 20%. O eixo cardã é fabricado também em aço de alta resistência, sendo 20% mais espesso que a versão tradicional. Há ainda tratamento térmico nas pontas do eixo, para aumentar a capacidade de transmissão do torque em até 15%. Por fim, a carcaça do diferencial também recebeu materiais nobres: o alumínio A383 com tratamento térmico garante que todas as engrenagens permaneçam onde estão sem fundir por causa da quantidade de força recebida do cardã.

WhatsApp Image 2017-04-11 at 21.27.33
Finalizando a apresentação, Wiz Khalifa ainda revelou um videoclipe inédito com a presença dos Dodge Demons

Assim como a Grand Cherokee Trackhawk, o Demon usa amortecedores adaptativos da Bilstein. Mas ao contrário do SUV de alto desempenho, as molas possuem menor constante elástica (tá lembrando do ensino médio né danado?) e as barras estabilizadoras são mais deformáveis. Sendo um carro assumidamente de arrancada, a atitude não é estranha: a transferência de peso para a traseira deve ser maior para gerar mais aderência na arrancada. É mais fácil empurrar o carro do que puxá-lo, e a arrancada é o esporte que mais cobra da tração nas rodas de trás. Com amortecedores traseiros de pouca carga na compressão e amortecedores dianteiros com pouca carga no retorno, temos a combinação perfeita para a transferência de força para a região traseira do chassi.

Um pequeno vídeo resumindo o que foi mostrado na apresentação foi lançado logo em seguida

No vídeo acima, Tim se vangloria pelo pioneirismo do Demon: o sistema de ar-condicionado refrigerando o intercooler, as rodas de arrancada e o transbrake, todos itens inéditos num carro de produção. E mais, a NHRA (National Hot Rod Association) baniu o Demon das competições porque abaixo dos 10 segundos é necessário ter gaiola de proteção e tela nas janelas do carro. Ainda é possível ver um jogo de pneus finos utilizados na arrancada deste vídeo, mas isso é explicado: os pneus originais são 315 nas quatro rodas, mas assim que os pneus traseiros forem esmerilhados será possível utilizar os dianteiros e colocar um jogo de pneus mais finos que vêm no porta-malas.

Além do Demônio

A Dodge conseguiu guardar um grande segredo pra hoje. Após chamar Patty Lanning, vice-presidente de marketing da Shell Lubrificantes, o último Dodge Viper foi apresentado com um pequeno curta de ação, o “V8 EATR”. Confira as imagens a seguir:

Oliver François, chefe de marketing da FCA Global, subiu ao palco para falar sobre a participação da Dodge na franquia Velozes e Furiosos, comemorando os acessos de todos os clipes estrelando os Dodge. “Nós entregamos os cavalos de potência para vocês, artistas”. Wiz Kahlifa ainda foi convidado ao palco, graças ao grande sucesso de “See You Again”, e recebeu um Challenger Hellcat.

O preço do Dodge Demon não foi revelado, mas com certeza entraremos em choque com essa informação também. Ficaremos de olho no Salão de Nova York, onde com certeza teremos mais novidades. Continue nos acompanhando no Facebook e no Instagram!

Atualizado em 22:00, 11/04/2017