Hilux é aprovada no teste do alce

Desde a geração passada a pick-up da Toyota carrega a fama de tombalux e capotalux, por sua facilidade de capotar em curvas mais animadas e pela reprovação do teste do alce. O teste consiste em desviar bruscamente de um obstáculo e voltar para a trajetória sem perder o controle do veiculo.

Amplamente criticada por não resolver o problema na nova geração do carro, a companhia resolveu se mexer e provar que a caminhonete poderia passar no teste. Para isso o controle de estabilidade sofreu uma reprogramação e os pneus dianteiros agora possuem calibragem com maior pressão.

No último teste a Hilux capotava na velocidade de 60 km/h e agora, após as modificações, as velocidades superaram os 67 km/h com relativa estabilidade.

Infelizmente as modificações serão entregues apenas aos modelos de cabine dubla e vendidos no mercado europeu, deixando a segurança do resto do mundo de lado. Que vergonha, Toyota.