Alugando um Subaru Impreza em Israel

Desta vez a história foi bem diferente de quando aluguei o Hyundai i10. Não se lembra da história ou não leu? Clique aqui.

Estou morando em Israel, mais precisamente em Jerusalém e junto com alguns amigos resolvemos alugar um carro para passar o dia no Mar Morto (que na verdade é um lago formado por um rio e recebe este nome devido à alta concentração de sal na água, não permitindo que nenhum tipo de vida consiga sobreviver dentro dela) e em Ein Gedi (uma reserva natural ao lado do Mar Morto, que possui algumas pequenas cachoeiras).

Éramos cinco pessoas e o custo de alugar um carro somado à praticidade era mais barato que a utilização de transporte publico. A viagem foi decidida em cima da hora e logo fomos para a internet procurar um carro barato, porém os preços estavam maiores de quando aluguei o pequeno Hyundai. Queríamos o carro para o dia seguinte bem cedo, ligamos para todas as locadoras pedindo o carro mais barato disponível para cinco passageiros (alguns carros são para apenas quatro) e a escolhida da vez foi a Sixt.

WhatsApp Image 2017-04-23 at 14.47.44 (1)
Rodas de aço com calotas

Fizemos a pré reserva pelo telefone e fomos direto para a loja pegar o carro, para tentar sair cedo no dia seguinte. Chegamos lá achando que alugaríamos um i10 ou similar. Depois de negociar o valor que estava alto (250 shakels o dia) no final da negociação, com todos os seguros inclusos, nos dirigimos para a garagem. Quando o funcionário entrou no Subaru ninguém acreditou, achamos que ele estava manobrando para pegar outro carro, mas não, este era o escolhido da vez.

Subaru Impreza 2016 1.6 de 114 hp, 4 cilindros boxer, AWD e câmbio CVT (só descobri que não era automático quando fui pesquisar na internet), sai de lá acelerando um pouco para sentir o carro e, indo direto para casa, e a primeira coisa que notei foi o sistema de segurança para preservação do motor, a luz de temperatura fica acesa na cor azul para avisar que o carro está frio e o limite de rotações do carro é reduzido, quando ele atinge a temperatura ideal de trabalho a luz se apaga e toda potencia é liberada, vale dizer que isso tudo acontece em poucos minutos.

WhatsApp Image 2017-04-23 at 14.47.44 (6)

O volante conta com regulagem de altura e distância, isso fez com que eu achasse a posição ideal de dirigir de forma muito rápida e confortável, a direção leve na cidade e firme na estrada mostrava que mesmo na versão de entrada ele sabia o real motivo de ter vindo ao mundo. O espaço para os passageiros do banco de trás é muito bom, tenho 1,87 metros e sobrava espaço para as pernas dos meus amigos e, assim como no i10, o sistema de som deixou a desejar. As caixas de som dão conta do recado muito bem e a central multimídia com touch screen está lá, porém o modelo de entrada do Impreza não oferece porta auxiliar, USB e o Bluetooth é somente para ligações, contando apenas com uma entrada micro SD que felizmente nos permitiu escolher a playlist da viagem.

WhatsApp Image 2017-04-23 at 14.47.44 (3)

Na ida sentei no banco do carona e fui desfrutando do conforto do carro, bom espaço, musica boa, ar condicionado gelando bem, bom isolamento acústico com as janelas fechadas, quando abertas o som do vento fica alto demais, fiquei prestando atenção na paisagem e no comportamento do carro.

WhatsApp Image 2017-04-23 at 14.47.44 (7)
Mar Morto

Eu mal podia esperar para que o dia terminasse, quando eu pegaria o carro para voltar para casa contornando aquela bela estrada de serra. Finalmente chegou a minha vez, me ajusto facilmente no carro, saio do estacionamento do parque, bem de frente para uma rotatória, acelero um pouco, freio e dou pé no meio dela, escutando os pneus dianteiros cantarem, meus amigos reclamarem e eu sentindo o grip que o carro podia me oferecer nas curvas seguintes (e que grip, meus amigos), eu estava pronto para me divertir. Começo a contornar as curvas com vontade e velocidade, o carro respondia com felicidade, as marchas subiam e desciam automaticamente, o volante firme apontava a saída de curva e a tração nas quadro rodas me dizia que podia oferecer ainda mais diversão, mas tudo isso acabou quando os passageiros do banco de trás, assustados, começaram a reclamar, afinal eles não tinham o apoio dos bancos dianteiros para os segurarem nas curvas, com isso diminuí os ataques às curvas, porém sem diminuir o ritmo, tornado a tocada mais suave. Não é todo dia que temos um Subaru na mão e ele deve ser aproveitado.

WhatsApp Image 2017-04-24 at 01.38.08
A foto não faz jus a beleza desta estrada

Respeitei todos dentro do carro e seguimos viagem, com cinco ocupantes e ar condicionado ligado, o desempenho do Impreza se mostrou muito bom, mantendo um bom ritmo, entregando força suficiente para as subidas e ultrapassagens e, acima de tudo, uma capacidade incrível de fazer curvas mesmo com o carro pesado.

WhatsApp Image 2017-04-23 at 14.47.44 (5)
A foto com a paisagem não pode faltar

O câmbio CVT simula as trocas de marcha como num automático, mesmo quando em kick-down, tornando-se muito gostoso e confortável, e anulando o incômodo dos CVT de manterem a rotação muito elevada em aceleração, característica presente apenas quando a alavanca de câmbio é colocada em L, que utilizei para freio motor em grandes descidas e para segurar a marcha em subidas longas.

No final do dia o carro foi devolvido após uma media de consumo de 12 km/L, que em uma estrada plana e pé mais leve seria bem melhor (o carro também conta com start/stop para reduzir o consumo na cidade), e deixando uma tremenda saudades em mim, por saber que ele queria me mostrar mais do que pude ver e me deixando ansioso para um reencontro. Eu quero um Subaru na minha garagem.

WhatsApp Image 2017-04-23 at 14.47.44 (4)
Se fosse Peugeot a luz de neblina estaria acesa 

Até o próximo carros de aluguel, espero que seja logo.