Incerteza da Volvo para o futuro

A Volvo, uma das primeiras fabricantes a produzir carros populares com propulsores a diesel, anunciou que não irão mais produzir e progredir nessa tecnologia.

Citando a Tesla como um grande exemplo de companhia que constrói carros de emissão zero e que pessoas fazem fila para ter um, a fabricante Sueca decidiu pôr um fim aos modelos diesel. Ao invés disso, a Volvo está criando motores 100% elétricos e também híbridos. O primeiro veículo elétrico irá sair da cartola em 2019. O plano aqui é: a Volvo é uma fabricante de menor volume que a tríplice alemã e, por isso, eles querem sair na frente delas.

ar-302299992

Quem disse tudo isso, foi o próprio CEO da Volvo, Hakan Samuelsson, que conversou com o jornal alemão FRANGRKLSJEIOSA AHEILNHFEOA (na verdade não era esse o nome, mas é muito complicado de escrever).

Porém, após essa entrevista ter ganhado muito ar pela internet, a Volvo voltou atrás e mudou o que foi dito para: os motores diesel da Volvo podem ainda não estarem mortos.

“A Volvo, como qualquer fabricante, está considerando como os motores diesel serão usados no futuro. É claramente visível que a Volvo precisa dos diesel, para podermos continuar com as emissões na meta e, por tanto, vão ser uma parte crucial nos anos que vem.

Acabamos de lançar uma nova geração de motores a gasolina e diesel, mostrando como ainda estamos comprometidos com essa tecnologia. Com isso, o desenvolvimento de uma nova geração de diesel ainda não é necessário. ”

Apesar de o próprio CEO estar perdido no que está dizendo, a Volvo já entrou numa política de no máximo quatro cilindros, com os tri-cilíndricos já no caminho.

No final, o que podemos esperar é que a Volvo continuará com os seus modelos diesel até ao menos o final do ciclo dos carros atuais, aonde no futuro adotarão um sistema parecido com os já vistos em Audis, de 48 volts.

Fonte