Need for Speed Payback é Revelado

A EA está disposta a manter a tradição de Need for Speed após o reboot de 2015. O novo jogo da franquia contará com uma ambientação inédita no fictício Fortune Valley, que conta com a cidade de Silver Rock, um deserto, um cânion e uma montanha. Podemos esperar de rachas em semáforos até dream rides em paisagens incríveis com os carros do jogo.

nfs-payback-high-stakes-competition.jpg.adapt.crop16x9
Os mais antigos já dirão que o clima de Most Wanted voltou… Calma.

A customização já se mostra presente com o Mustang RTR e um 350Z totalmente modificados, acompanhados de blowers, wheelie bars e drag spoilers. Teremos a volta das arrancadas como em Pro Street e nota-se claramente o aumento na variedade de veículos, de modelos americanos clássicos à hipercarros exóticos. A customização abrange diversas áreas, desde o drift e o drag, passando pelo off road e terminando na corrida em asfalto.

nfs-payback-the-garage.jpg.adapt.crop1x1.767w
Só eu lembrei do 350Z verde e roxo do segundo Underground?

A história do jogo gira em torno de 3 personagens interligados por um objetivo em comum: vingança. Notamos o novo enfoque para a história do jogo, que será altamente influenciada por Velozes & Furiosos. O gameplay por sua vez apresenta elementos característicos entre os apresentados no último Need for Speed e novas inclusões inspiradas em The Crew e Forza Horizon.

A ação do trailer com perseguições e o roubo à carga imediatamente nos remetem ao primeiro V&F. Há a preocupação (com razão) de que, após tanto tempo de crise em sua identidade, Need for Speed mais uma vez sofra radicais mudanças a cada título. O enfoque na ação é similar ao apresentado na série de filmes (já falamos da evolução da franquia Velozes em 4 matérias, aqui, aqui, aqui e aqui). Porém, diferentemente dos filmes, NFS nunca teve um pretexto de história baseada em ação, mas corridas sem motivo algum na realidade com um roteiro pouco cinematográfico como plano de fundo. O prazer de dirigir rápido sempre foi o atrativo do jogo e esperamos que nesse jogo, graças a customização nunca antes vista na série, o foco no prazer de dirigir seja tratado devidamente.

nfs-payback-scrap-stock-supercar.jpg.adapt.1456w
Este Bel Air parece saído de Mad Max

No título anterior ocorreu uma tentativa de híbrido da jogabilidade entre os jogos do PlayStation 2 e os modernos com comandos e respostas rápidas ao estilo Ridge Racer. O resultado foi uma física cheia de inconsistências no comportamento do carro. Se abrirem mão do fator nostalgia em prol da funcionalidade, deverão adotar uma jogabilidade baseada num mesmo princípio de gameplay, onde o jogo vai fluir de forma consistente em seu todo, tendo apenas os veículos com acertos diferentes cada um que afetam seus comportamentos.

Ao longo do trailer são vistos alguns carros como:

Ao entrar no site oficial nos deparamos com algo peculiar, tanto a versão Deluxe (lê-se pelo menos R$ 350) quanto a normal (R$ 250) acompanham o futuro Story Mission Pack. Será que o modo história só virá ano que vem e teremos apenas um jogo cru por agora? Torcemos para que não e que seja apenas um complemento.

nfs-payback-action-driving-fantasy.jpg.adapt.crop16x9
Os JDM lovers vão a loucura com esta foto!

A lista de bônus da pré-venda ainda inclui um pacote com:

  • Chevrolet Camaro SS 1967;
  • Dodge Charger R/T 1969;
  • Ford F-150 Raptor 2016;
  • Nissan 350Z 2008;
  • Volkswagen Golf GTI Clubsport 2016.

O novo jogo será lançado no dia 10 de novembro e já está em pré-venda no site oficial.