Este Nissan 200SX foi transformado em pick-up, recebeu um V8 GM e agora faz drift

Você consegue imaginar o que acabou de ler no título desta publicação? Pois é, é difícil de compreender mas existe e a culpa é dos Drift Brothers. A equipe, que ainda possui uma BMW E30 “370i” também com V8 GM de 7 litros, não mede esforços para pensar fora da caixa e montar um veículo diferente como este 200 SX é.

nissan-200sx-1988
O 200 SX original

Originalmente o Nissan vinha equipado com o CA18DET, um quatro cilindros em linha turbo de 1,8 litro, 171 cv a 6.400 rpm e 22,8 kgfm a 4.00 rpm, e conseguia trazer diversão graças ao peso de apenas 1.190 kg, à tração traseira, ao conjunto de suspensão independente nas quatro rodas e ao câmbio manual. Mas a fama do 200 SX, assim como o Toyota AE86 e o Mazda RX-7, se deu pela capacidade de riscar o asfalto. Só que esses caras levaram isso a sério demais.

Do 200 SX S13 vendido entre 1989 e 1994 sobrou apenas o monobloco, ou melhor, parte dele, já que o pequeno esportivo japonês virou uma pick-up. E qual seria a finalidade de transformá-lo num utilitário? Nenhuma, já que estamos falando de um carro de drift. A ideia aqui realmente é chamar atenção, unica e exclusivamente. MURICA!!!

E se você pensa que esse Frankenstein sobre rodas, chamado de Dark White, é novidade, saiba que existem vídeos na internet dele rodando desde 2014!

O pacato quatro cilindros deu lugar à um enorme V8 americano. Trata-se de um Chevrolet LS7 440 RR Black Label, com capacidade para deslocar 7,2 litros e produzir 638,7 cavalos na roda e 86,7 kgfm. O bloco é da GM Performance mas antes ele passa pela Mast Motorsports e recebe o tratamento especial para suportar até 1.500 cv!

200 SX
Trata-se de um verdadeiro bólido

Dentre as outras modificações estão o câmbio sequencial de seis velocidades da Samsonas, amortecedores da Bilstein, kit de supressão de incêndio aprovado pela FIA, body kit de número 2 da Rocket Bunny e “much more”, como a própria ficha técnica gosta de apresentar. E trata-se de muito mais mesmo.

97-galant_1
A frente do Galant fez muito mais sentido no Nissan

A queda suave do teto abruptamente cortada com a nova configuração da carroceria se assemelha às UTEs. Mas o que dá o toque da maldade é o swap de frente. O 200 SX perdeu sua frente em cunha e ganhou os olhos malvados do Mitsubishi Galant, e esta é uma modificação relativamente comum na terra do sol nascente. O widebody e o aerofólio gigantesco complementam o visual maldoso do veículo.

200 SX E BMW
A BMW escondida pela fumaça do 200 SX

A notoriedade deu certo, é tanto que eles são patrocinados pela Red Bull atualmente. Resta saber se eles irão parar por aí ou vão nos apresentar mais algum projeto louco em breve.