Puma usará motor de fabricação própria e central multimídia inteligente

Sempre que a Puma fornece novas informações sobre seus projetos nós divulgamos aqui, para deixar vocês sempre atualizados e desta vez não será diferente, porém hoje também vamos corrigir algumas informações que ficaram erradas com a atualização do projeto.

O carro que está rodando nos testes de pista para acerto fino do chassi e carroceria possui denominação interna de P052 (homenagem ao projeto do antigo Puma que chamava P050 e este sendo o protótipo número 2), ele usa o motor e cambio EA111 1.6 L do Fox, assim como já divulgamos, mas ele não está utilizando um turbo, apenas um remapeamento para álcool, coletor de admissão e escape modificados, tudo isso para liberar os 120 cv do motor, que aliados ao peso de apenas 570 kg entregam uma relação peso potência de poucos 4,75 kg por cavalo.

18767488_1373531346075797_3025673027097916377_n
Aerofólio em fibra de carbono

Para quem acha que o carro tem pouca potência aí vai uma boa noticia, que também é ruim para os fãs de Volkswagen: o motor EA111 foi escolhido por ser barato, mas será utilizado apenas para o acerto do chassi (testes de torção e estresse) em pista. O motor final será de fabricação própria, usando como base o bloco GM Família II de dois litros, mas com pistões, bielas, comandos e coletores desenvolvidos e testados pela Puma. Localizado em posição transversal traseira (pois está posicionado em cima do eixo), o motor deve render aproximadamente 180 cv ou mais, derrubando a relação peso potencia para parcos 3,16 kg por cavalo.

Com 4,24 m de comprimento, 1,79 m de largura, 1,28 m de altura, entre-eixos de 2,47m e 52mm de altura do solo, aliados a suspensão independente duplo A nos quatro cantos, com amortecedores Bilstein e molas Eibach, o setup desenvolvido por ninguém menos que Ingo Hoffmann, faz muito curva e precisa acertar a carga das molas para ser finalizada. Tudo isso foi pensado para andar forte em pistas como Interlagos, então podemos esperar por tempos baixos e uma dinâmica de respeito por lá.

18765571_1373498899412375_7510573238587451913_n

Os freios do carro atual também serão trocados, e no lugar deles o Novo Puma usará os freios da S10, que são projetados para um carro muito mais pesado e somados os pneus Pirelli, não terão problema algum em parar a máquina.

Todas as curvas do carro foram projetadas em túnel de vento e são totalmente funcionais, inclusivo o aerofólio de fibra de carbono, desenvolvido pela Kremer Design.

A Nunes Off Road, localizada em Itatinga – SP, é uma oficina que fabrica gaiolas e também trabalha com motos de quadrículos. Ela será a responsável pela construção dos chassis, que tiveram como base um projeto já existente e modificado para atender todas as necessidades da Puma. O radiador, tanque de combustível e bateria estão dispostos na dianteira do carro para melhorar o equilíbrio dinâmico.

19396735_1394543073974624_1410345696457514660_n

Segundo o piloto de testes da marca, Gabriel Maia, que já correu de Mazda nos EUA, o comportamento dinâmico do Novo Puma é muito semelhante ao renomado esportivo Miata, também conhecido com MX-5. Então, meus amigos, já podemos esperar por muita diversão ao volante.

Falando em diversão ao volante o modelo de rua, chamado de “GT Lumi”, que já esta com o molde em fabricação e será igual a foto da projeção divulgada, virá com o motor de desenvolvimento próprio, podendo chegar a até 2,5 litros para não dever em nada ao seu irmão de pista. Com itens de conforto como, bancos mais confortáveis, painel completo, kit multimídia, ar condicionado e muito mais, o carro vai ganhar alguns quilos na balança mas não deixará de entregar tudo que promete.

A outra grande novidade que ninguém esperava está relacionada à central multimídia, que fará o controle de todo o carro e passará as informações para o motorista, podendo ser controlada pelo smartphone. Você aguenta mais uma bomba? A central também controlará dois itens muito inesperados, o ABS e os airbags. A inclusão destes dois itens, alem de tornarem o carro mais seguro, também farão com que ele possa ser fabricado em maior quantidade e ser caracterizado como um carro de produção em série.

19399713_1396665677095697_5985448597037072901_n

Os carros e clientes também terão alguns mimos, como o teto targa, que quando removido poderá ser guardado dentro do porta-malas, facilitando sua utilização e não te deixando na mão numa pancada de chuva inesperada. O cliente também poderá escolher a cor do carro, mas a marca não fala de opções de cores e deixou a entender que qualquer escolha poderá ser atendida.

O projeto passa por mudanças frequentes e por isso muitas das informações que todos gostariam de saber são retidas, como o preço, que eles tentarão deixar próximo aos 100 mil reais.