Ford desenvolve tecnologia que identifica a sirene dos veículos de emergência

A Ford Europa está desenvolvendo uma nova tecnologia para evitar o uso da sirene estridente de veículos de emergência no trânsito, sirene que muitas vezes você não sabe de onde vem o som e até te confunde, prejudicando a direção. Trata-se de um sistema que usa comunicação entre veículos para mostrar a aproximação de uma viatura, identificando se é uma unidade de polícia, ambulância ou de bombeiros, informando também a distância que está e até a melhor maneira de abrir caminho, com alertas sonoros e visuais no painel. O vídeo abaixo consegue mostrar essas funções com clareza:

O sistema foi apresentando num evento no Reino Unido, o UK Autodrive, patrocinado pelo governo local, que visa incentivar o teste de carros autônomos e conectados, com o apoio de empresas automotivas, de tecnologia e instituições acadêmicas.

O funcionamento desse sistema é feito a partir do veículo de emergência, que envia um sinal diretamente aos carros próximos, visando aumentar a segurança no trânsito e rapidez no atendimento. Segundo Cristian Ress, supervisor de Pesquisa e Engenharia Avançada de Direção Autônoma da Ford Europa, “O tempo é precioso para os serviços de emergência e essa tecnologia pode ajudar a ganhar segundos valiosos, alertando os motoristas a não obstruírem o caminho”.

Além do sistema inédito, a Ford está testando também uma tecnologia para alertar os motoristas de potenciais acidentes em cruzamentos. Com o “Alerta de Colisão em Cruzamentos”, o carro informa sua localização para os veículos próximos que estiverem equipados com a mesma tecnologia. Se o risco de acidente for alto, ambos os motoristas recebem um aviso para reduzir a velocidade ou parar. O sistema pode avisar também o motorista, por exemplo, se um carro vindo de outra direção atravessou um sinal vermelho (muito útil no Brasil, onde este tipo de infração é relativamente comum).

Outras novidades apresentadas também pela Ford foram um sistema que alerta quando carros fora da visão do motorista freiam bruscamente, e uma tecnologia que permite sincronizar o veículo com os semáforos para rodar apenas com o sinal verde.

Independentemente do uso comercial das tecnologias pesquisadas pela Ford, alguns cuidados básicos devem ser seguidos ao ouvir uma sirene no trânsito. Os serviços de emergência recomendam aos motoristas estas atitudes de segurança:

Mantenha a calma, observe e escute. Ao ouvir uma sirene, saiba que um veículo de emergência está vindo em sua direção e planeje o que fazer.

  • Desligue o som do carro para ouvir melhor;
  • Procure um lugar seguro para parar o carro e use o pisca para indicar sua direção aos outros motoristas;
  • Verifique se há espaço suficiente para o veículo passar. Fique atento, pois pode haver mais de um veículo de emergência no comboio;
  • Mantenha a segurança e respeite a lei. Não avance o sinal vermelho nem entre no corredor de ônibus, a não ser por orientação de um policial.