Mercedes-Benz abrange mais um segmento com a nova Classe X

Ontem, 18 de Julho de 2017 marca o início da Mercedes-Benz em um mercado que cresce cada vez mais; as pick-ups urbanas luxuosas, nos apresentando um modelo cheio de requinte e, também, uma verdadeira brutamonte escaladora de rochas.

Depois do primeiro teaser lançado dia 05, hoje finalmente podemos analisar o que será da futura pick-up que tem data de lançamento prevista para 2018, aceitando, desde já, depósitos de 1.000,00 libras da rainha para salvar o seu lugar na fila de espera.

Confira a premiere que rolou na Cidade do Cabo, África do Sul:

Segundo a Daimler AG, investimentos de nove dígitos em euro (sim, dinheiro para …) serão feitos para projetar e lançar essa pick-up média. Os mercados de prioridade serão Argentina, Brasil (CHUPA ESSA, ALEMANHA!), África do Sul, Australia, Nova Zelândia e Europa.

Segundo Volker Mornhinweg (leia-se volks morn wagen), chefe da Mercedes-Benz Vans: “Nós iremos mudar o segmento de pick-ups média, com a primeira verdadeira pick-up premium feita para o estilo de vida urbano do mundo. A nossa X-Class.”

Apesar de toda a demonstração de afeto perante a nova queridinha dos alemães, ainda é possível ver que a plataforma veio da Nissan Frontier (ou Navara, dependendo de onde você esteja). Mantendo mesmo tamanho da irmã e conjunto de suspensão, os alemães conseguiram dar um estilo muito melhor para a pickup, com frente de GLE, GLS e GL-mais-alguma-letra.

Motorização

A Mercedes revelou os quatro tipos de motorização que a Classe X terá, sendo as 4 primeiras de 4 cilindros e a maior um 6 cilindros:

X 200 – 166 cv / 24,27 kgfm (gasolina)
X 220 d – 163 cv / 41,1 kgfm (diesel)
X 250 d – 190 cv / 45,89 kgfm (diesel)
X 350 d – 258 cv / 56,1 kgfm (diesel)

As opções de câmbio se resumem ao manual ou automático da própria Mercedes (nada de ZF aqui), com tração 4×4 ou apenas traseira.

Versões

Serão três versões diferentes para a meca pick-up, do pé-de-boi; Pure, que será voltada para trabalho, com para-choques sem serem pintados na cor do carro, uma versão intermediaria; Progressive, que será a mais vendida principalmente para cantores sertanejo; Power, com tudo o que a Frontier transvestida tem a oferecer.

Versão Pé-de-boi Pure

Sabendo da rivalidade entre BMW e Mercedes, o que podemos esperar da concorrência alemã? Uma X3 pick-up? Só o tempo dirá.