BMW renova sua bigtrail com motor de esportiva e ainda traz uma central multimídia para motos

O segmento das bigtrails é bastante competitivo no Brasil, com a Kawasaki apresentando a Versys 1.000, a Suzuki com a V-Strom 1.000, a Yamaha dispondo da Super Ténéré (única 1.200 do segmento) e a Honda com a Africa Twin. Mas enquanto todas elas apostam numa configuração exclusiva no motor, a BMW pega a estupidez dos quatro cilindros da sua naked S 1000 R e põe no quadro de uma moto para todo terreno sem grandes modificações. E essa receita diferenciada no mercado acabou de receber uma renovação.

bmw20s20100020xr20201720002
A cor azul Ocean é também uma novidade para a linha 2017

As modificações da S 1000 R chegaram na XR, que agora também conta com 5 cv e 0,2 kgfm a mais, totalizando 165 cv a 11.000 rpm e 11,6 kgfm a 9.250 rpm, mesma potência da versão que só anda no asfalto. Os acréscimos podem parecer modestos, mas numa moto isso faz muita diferença, são apenas 228 kg de massa. E o grande ponto positivo é que o preço se manteve: são R$ 72.900 para levar uma bigtrail em que você pode trocar o escapamento sem passar vergonha. Achou caro? A Versys também é 4 canecos mas o motor tem um acerto para torque em baixas rotações, perdendo 22 cv em relação à Ninja 1.000. Em compensação ela sai por R$ 53.210, bem mais em conta que a concorrente germânica.

Dashboard
ConnectedRide, uma central multimídia para motocicletas

Pra quem cansou da monotonia do trânsito sobre duas rodas, a BMW apresentou a central multimídia Connected Ride (meu Deus, como isso soa perigoso). No lugar do painel de instrumentos das R 1200 GS e R 1200 GS Adventure será possível levar, opcionalmente, uma tela TFT colorida sensível ao toque. Após Indian e Harley Davidson apresentarem suas soluções, foi a vez da marca bávara mostrar o que pode fazer para equipar suas motocicletas.

Dashboard 2
Tem até alerta de radar, uma mão na roda

Apresentado como conceito em 2016 na K 1600 GTL, o novo painel mostrará as funções mais comuns, como conta-giros, computador de bordo e velocímetro, e algumas informações do seu celular. Sim, é isso mesmo, seu celular se conectará à moto e poderá fornecer dados de GPS, música e chamadas. Além da tela, a interface também pode ser controlada por botões físicos disponíveis nas manetes da moto.

O sistema também contará com monitoramento da pressão dos pneus e o modo de pilotagem selecionado pelo condutor, mas por enquanto está disponível apenas para os modelos topo de linha da BMW Motorrad.