O Porsche mais caro do mundo foi vendido neste fim de semana por 14 milhões de dólares!

1969-porsche-917-race-cars-photo-385826-s-986x603
Quantos milhões existem nessa foto?

Se você achava que apenas Ferraris atingiam cifras grandiosas nesses leilões cheios de gente rica e carros que nunca mais vão andar nas ruas, está enganado. Neste sábado (19), durante o Concours d’Elegance de Pebble Beach, Califórnia, o Porsche 917K foi vendido pela Gooding & Company. O valor? US$ 14.080.000. É muito zero!

porsche-956_003_03
O Porsche mais caro do mundo até sábado

Até então, o bólido de Stuttgart mais caro de todos os tempos era o Porsche 956 1982 chassi 003, vendido em 17 de agosto de 2015. O carro, que saiu por US$ 10.120.000, coincidentemente foi leiloado no mesmo lugar e pela mesma companhia.

Com base no Porsche 908, o 917 teve seu desenvolvimento iniciado em julho de 1968 com um motor boxer de 12 cilindros (!) e 4,5 litros. O objetivo era simples: ser o primeiro Porsche a vencer as 24 Horas de Le Mans.

Desenvolvido pelo mitológico Hans Mezger, a usina de força consiste em dois Porsche 2.25 unidos. O novo motor mantinha a refrigeração a ar mas adicionava alguns componentes exóticos. Eram duas velas por cilindro, dois distribuidores e diversos componentes em titânio e magnésio.

rwp_914_917
Compacto como um Porsche 914. Quase um daily driver.

O chassi de alumínio do tipo spaceframe pesava apenas 42 kg e era pressurizado para manter a rigidez do jeito que os engenheiros pensaram. Mesmo com o motor muito comprido, o carro tem dimensões até que compactas, isso graças a posição do motorista jogada bem para frente. Os pés do piloto passavam por cima do eixo dianteiro!

1970-porsche-917lh-f3q-historic
Prefere o normal ou com o rabo maior?

Após uma derrota em 69, a Porsche melhorou alguns aspectos do 917. Um novo motor, de 4,9 litros, e um novo chassi, LH (“Lang Heck”, ou “cauda longa” em alemão), se juntaram aos carros do ano anterior. Apesar de tudo, quem venceu foi um 917K 4.5 com chassi convencional.

porsche-91730-can-am-spyder
1.500 cv, dá pra acreditar?

Depois de vencer Le Mans em 70 e 71, o carro foi pra Can-Am, ganhou um par de turbos e chegou a incríveis 1.500 cv. Mas aí o carro deixou de ser o mesmo que vocês estão vendo agora. Não que isso o torne menos importante ou menos insano, é claro.

d34e8f25485a79f9e5ead3d2778bd849
McQueen pilotando o 917K no filme “Le Mans”

Mas existem duas características que tornam esse carro, de chassi 024 (o primeiro carro a vencer Le Mans é de chassi 023), tão especial. Este é o primeiro 917 a entrar numa competição, em 1968. Além disso, ele foi usado por ninguém menos que Steve McQueen nas gravações do clássico “Le Mans”.

546b4222d7f5f_-_917-h9qydx-lg
Esse esquema de cores é lendário!

O carro já foi anunciado para venda em 2014, mas foi barrado da licitação e nem chegou a ser leiloado. Se você quiser sentir a emoção do letreiro subindo de valor mais rápido do que o ponteiro de combustível do seu carro chega na reserva, abra o vídeo abaixo e pule para 3:06:32. É realmente impressionante quanto o carro sobe de valor.

Fonte.