O que Chevette, Droopsnoot, Peter Arcadine, Mad Max e BAIC Motors tem em comum?

embed4

Caros amigos, eu não fiquei louco, e juro que, o Chevette, e Mad Max estão mais interligados do que vocês possam imaginar. Essa é uma ótima história para contar no posto e ficar com a fama de “enciclopédia”. É meio confuso, mas é interessante.

Tudo começou em 1973, com o Vauxhall (Braço inglês da Chevrolet) Firenza HP. Uma versão mais radical do cupê Firenza. Apesar de contar com melhorias mecânicas, a principal característica é o a frente em cunha, que rendeu o apelido de “Droopsnoot”.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Vauxhall Firenza “Droopsnoot”

Apesar do projeto ser considerado um fracasso, a frente inclinada do Firenza influenciou o desenho do primo do nosso Chevette que curte chás. O inglês Vauxhall Chevette que foi lançado em 1975 e em 1976 recebeu sua versão de homologação para rallys que tinha como objetivo brigar com o Escort. A versão HS, que mais tarde virou a HRS e, devido aos para-lamas altamente alargados, e outras peças em fibra de vidro, ganhou o apelido de “Plastic Fantastic”.

Mas nossa história não é para falar sobre Chevette e sim sobre Pursuit Special, ou “O último dos Interceptors V8”.

A história da estrela de Mad Max (Claro que estamos falando do carro e não do Mel Gibson) é que o diretor George Miller tinha um magro orçamento de $ 20.000 para carros e customizações. A ideia original de comprar um Mustang tinha acabado de naufragar e começaram a ver os carros australianos, decidindo pela compra de 3 Ford Falcon, 2 sedans e 1 cupê, GT branco, 1973. Esse GT viraria o Inteceptor.

Ford-Falcon-XB-GT-1973
O Interceptor antes de ser “O” Interceptor

A customização do carro é relativamente simples, passando por para-lamas recortados para caber rodas mais maiores e mais largas, um spoiler traseiro que parece ter vindo do modelo de corrida, e o spoiler sobre o teto de origem desconhecida, mas com certeza a parte mais chamativa é a frente em cone. Ela foi projetada originalmente para o Falcon Concorde, uma Van customizado pelo então designer da Ford, Peter Arcadipane.  Mais tarde Peter abriu sua própria empresa Arcadipane Desing, que vendia essa frente para o público geral entre diversas outras peças de design na Austrália. A inspiração para a o “bico do Concord” foram justamente os DroopSnoot da Vauxhall

Ford Concord Van
Ford Concord Van
ads
Propaganda de época da Arcadipane

Porém Peter voltou para a indústria automobilística, tendo como alguns trabalhos o Lancer Evolution X, Mercedes Benz CL. Atualmente trabalha na chinesa BAIC, de onde podemos esperar, no mínimo, carros bonitos.

Mercedes_C215_rear_20080205