Carros da Galera – Conheçam a BMW 118i de Leandro Zanolla

Caros amigos,

Infelizmente o dono carro sofreu um grave acidente em uma situação ainda não esclarecida e veio a óbito juntamente com a namorada que estava no passageiro. Por questão de respeito com as famílias, todos comentários foram excluídos e estão bloqueados os novos.

Todos do AGH lamentam a perda dessa ótima pessoa. Os nossos mais sentidos pêsames para todas as famílias envolvida, pela perda do seu ente querido. Que estas palavras possam servir de algum conforto a todos vocês em hora tão terrível.

Saibam que o nosso pensamento está com todos vocês e da mesma forma a minha total disponibilidade. Tenham muita força! Quem partiu foi muito amado e para sempre será lembrado por quem ficou e por ele sentirá eternas saudades.

Assim que soubermos maiores informações atualizaremos esse post.

 

Falaí galera GearHead, hoje estamos postando mais um projeto do Carros da Galera! Além de nos aproximarmos de vocês, isso fará com que todos possam conhecer outros carros, ver diversos pontos de vista em cima do mesmo, despertar aquela paixão escondida meio renegada e até mesmo tirar aquela dúvida final, aquele detalhe que faltava para te animar na compra do veículo!

Lembramos que não queremos apenas os projetos mais absurdos, qualquer um pode participar, o foco aqui é na sua história com seu carro ou outros carros, queremos conhecer nossos leitores também! Hoje traremos para vocês a história de um carro que todo mundo acha que anda muito e nem é tudo isso, que bebe como se fosse super potente e anda como se fosse super manca. Com vocês a história de Leandro Zanolla e sua BMW 118i.

Diga seu nome, idade, onde mora…aquela apresentação básica para a galera te conhecer.

Sou Leandro, Analista de Sistemas e Professor Universitário, atualmente cursando Mestrado em educação, aficionado por carros, sou um venerável fã do Ayrton Senna, e tenho até um capacete (réplica) real que uso para os eventos de KART e TrackDay, tenho alguns amigos ferozes por carros, e sempre que posso pego a estrada para deslanchar a barca. Gosto de cerveja, vinho e whisky, mas se for beber não dirija! Estou estudando muito mecânica de importados e tentando desvendar esse mundo obscuro.

Qual carro você tem?

BMW 118i M Sport Edition 2012

Ele tem algum apelido?

Hahahaahahah. Tem sim. eu chamo de “Tumbler” (Batman) por conta do meu carro anterior Celta, chamar Relâmpago Marquinhos.

Como você acredita que nasceu esta paixão por carros?

Esta paixão veio meio tarde, sempre curti carros, mas quando garoto gostava de carros tunados, aos poucos fui estudando sobre pilotagem. Hoje gosto muito de carros bem montados, que ficam na balança entre Estrutura e Potencia e que tiram um bom tempo de pista.

Por que escolheu este carro? (Ou estes, caso seja mais que um).

Cara, foi engraçado, é aquela paixão arrebatadora, estava em busca de Civic ou um Polo (acredite!) ai meu amigo falou que tinha um “tiozão” vendendo uma Bimmer zerada, rara de ver, então fui visitar e voltei com o carro para casa, minha mãe quer me esfolar ate hoje rs! mas eu curto demais, É um casamento literalmente.

Como você acredita que nasceu este amor/paixão/admiração por este carro em especifico?

Então, comecei a estudar a estrutura do carro, formato dele, como ele anda na pista, como se comporta e pelo fato de ser aspirado (não sei porque não tenho queda por turbos, mas respeito) e acho um carro bem imponente para seu pequenino tamanho (Hatch), pois geralmente veem os “Sedanzões” tomando espaço, ele é ligeiro, e eu me apaixonei de primeira pelo carro!

Quais carros já teve antes do atual?

Um Celta VHC 1.0, tanque! Andava muito! tirei água desse carro, tenho saudades dele.

O carro tem alguma alteração de motor e/ou estética?

Troquei as Lanternas Traseiras, e coloquei um NoDelay no acelerador, nada grave. Ainda tenho um pouco de medo dos importados, estou estudando o que fazer.

Tem alguma pretensão de preparação de motor ou pretende deixar original?

Penso em melhorar a performance do motor, mas hoje em dia com tanto carro turbo de fabrica, fica impossível tirar potencia dele, porque mesmo que mexa, sempre vai faltar aquele “folego” que o pulmão turbo tem, no mais por ser um carro M, fica difícil mexer em algo, talvez um CHIP ou REMAP já fique de bom tamanho.

Quais você considera os pontos fortes e fracos do carro?

Pontos Fortes:
Estável, confortável, imponente, impõe respeito na pista (não fica atras), motor forte.

pontos fracos:
cambio cansado só no modo sport pra tirar chinfra (em vista dos DSG), pesado pois tem um acabamento diferenciado, então você perde um pouco por isso, e o preço no brasil, ter uma bimmer, aqui é quase um desafio pessoal, você luta pra manter o carro.

Como é o uso no dia-a-dia? (Conforto, consumo, manutenção, desempenho, etc).

Trampo, Facul, Facul, Casa, meio tanque por semana, mais meio no FDS para rodar. Consome muito freio por ser automático, estou acostumando o uso para usar menos freio, mas é aquele jogo, usa menos freio gasta mais combustível, diminui combustível gasta mais freio hahahahaha normal! quer esticar tem as consequências rs.

Manutenção tranquila, se souber pesquisar bem. Por exemplo: jogo de pastilhas das 4 rodas saiu 260 reais. Muito carro zero nacional sairia mais caro, claro, pegando uma marca inferior pro dia a dia, Talvez quando for voltar com ela paras pistas, depois das mexidas, eu coloque um Brembo (tem pastilhas OEM da marca para o modelo) o jogo custa R$710,00, mas dura 4x mais e aguenta um autódromo com os pês nas costas, por ter as calhas de freio na frontal, o que ajuda a resfriar em pista. Desempenho 9.5km/l na cidade, 11km/l na estrada, nada mau para um 2.0 aspirado.

Como são seus gastos com o carro?

Estacionamento, no brasil não da para parar um carro desse nunca na rua rs…Combustível. Costumo dizer que o medidor de combustível se mexe igual o velocímetro rs, pisou bebeu!

Qual foi a viagem mais longa que já fez com ele?

Fui para Extrema-MG, de lá fui pra Bertioga, incrível que foi o dia que ela mais rendeu, de V-Power Racing, deu meio tanque toda ida, mais 1/4 a volta, rendeu bem e rodou na media de 160 / 210 km/h pois a Fernão Dias é um tapete.

Como se portou durante a viagem?

Tranquilo, sem aquecimento, pouco consumo, muito conforto, sem contar a ida e a volta foram de madrugada. Adoro dirigir a noite e com média chuva, da uma paz a mais pro espirito.

Ele já te deixou na mão? (Quebrar em algum lugar longe de casa/voltar de guincho pra casa) O que aconteceu?

Nunca, graças a deus, está chorando os freios, mas também puderá usei até o talo rs, agora é encostar e fazer. Por incrível que pareça eu gosto de fazer as coisas nesse carro eu mesmo, óleo foi tranquilo, revisão de PC (Diagnoses), e agora os freios. Vamos que vamos. Pastilhas, sensores, fluido, vou manter os discos que estão inteiros, porque quero colocar os ventilados GT (com furação), mas ainda estou estudando a brincadeira, já que sai caro.

Qual a melhor história que já teve com este carro?

Cara, foi no Track Day, porque eu era o único com um carro totalmente esportivo mas OEM (100% Original), todos os outros carros tinham tuning pesado, e eu no dia, achei que iria fazer um tempo zoado, ficar la atras, bati 2:30m a melhor volta (Interlagos), claro não fui o primeiro, tinha um GTR, um Cayman GT, Golf GTI, e um Sandero RS que estavam andando bem, também tinha um celta swap 2.4 biturbo. Cara, os carros quase sem acabamento interno, salvo os super esportivos, mas fiquei na frente de todos os Golfs TSI no dia, o mais próximo ficou 2s atras na tomada de tempo, e todo mundo elogiou o carro e o desempenho, porque eles disseram que por ser aspirado, falta o chamado “folego” pra ele, disseram que se fosse um motor turbo tiraria mais tempo fácil, porém eles elogiaram muito a estrutura, e o fato de ele grudar nas curvas.

E a pior?

Um dia em que abasteci com gasolina normal por conta da correria (estava na reserva na rua, enchi o tanque com comum), não rodei 160km com o tanque, fez quase 3,5 por litro, por conta de ter muito álcool na mistura, eu fiquei abismado, porque saia combustível pelo escapamento parecia um carro a álcool, ai falei “pronto ferrei o carro”, mas graças a deus, deixei comer tudo e depois coloquei Podium e ficou de boas, achei que o carro ia chiar, mas até que não, só que o prejuízo foi meio pesado rs…

Pensa em algum dia trocar/vender este carro?

Penso em ficar com ele e ter um carro 1.0 para semana, é muito bom guiar ele, gruda nas curvas, não derrapa, tração traseira, direção firme apesar de hidráulica, você sente a aderência, são coisas que alguns carros não dão de feedback, e você precisa mexer muito para ter a mesma estrutura, pelo preço 50k, veio pronto pra pista. Claro, o pulmão é meio asmático, mas mais para frente, quem sabe ele recebe um folego extra.

Se quiser, sinta-se a vontade para fazer um resumão do carro, coloque algo que não perguntamos, algo que você acredita que deva ser citado, algo que você acha que possa inspirar os próximos GearHeads! Valeu!

Pessoal sinceramente, um carro como esse é um “tesão” por assim dizer, você esquece de tudo, e alem do mais, peças mecânicas são iguais as dos carros nacionais, o que é caro, são as peças de “casco”, para choques, retrovisores, lanternas, etc. Freios, suspensão, pneu etc é de um carro como Civic, Golf etc…

Deixo meu apreço pelo carro, pilotar ele em Interlagos foi uma emoção indescritível. Gostaria de agradecer a Família Amigos GearHeads pela oportunidade. E dizer que ainda vamos nos reencontrar e botar as barcas pra andar nas pistas de SP.

E por hoje foi só pessoal! Essa foi a história do Leandro Zanolla e sua BMW 118i. E se você quer participar do Carros da Galera é só mandar um e-mail para amigosgearheads@gmail.com. Lembrando que o carro da semana sempre será a capa do nosso Facebook. Esperamos que todos tenham gostado e semana que vem tem mais! Para ler sobre outros carros que participaram aqui do carros da galera, clique aqui.

Todas as informações aqui veiculadas são de total responsabilidade do autor das respostas e elas não necessariamente representarão a opinião do Amigos GearHeads.