Carros da Galera – Conheçam o Honda Civic de Rodrigo Lopes

Falaí galera GearHead, hoje estamos postando mais um projeto do Carros da Galera! Além de nos aproximarmos de vocês, isso fará com que todos possam conhecer outros carros, ver diversos pontos de vista em cima do mesmo, despertar aquela paixão escondida meio renegada e até mesmo tirar aquela dúvida final, aquele detalhe que faltava para te animar na compra do veículo!

Lembramos que não queremos apenas os projetos mais absurdos, qualquer um pode participar, o foco aqui é na sua história com seu carro ou outros carros, queremos conhecer nossos leitores também! Hoje traremos para vocês a história do mais famoso bebedor de óleo que conhecemos, aquele carro que parece ter um motor 2t, com uma falta de torque absurda, só consegue sair do lugar depois dos 9875204 rpm, que os donos adoram falar que tem o famoso VTEC (e pra eles Honda não é Honda se não tiver VTEC) e nunca admitem que tomam benga de Gol Quadrado com turbo de padaria. Com vocês a história de Rodrigo Lopes e seu Honda Civic.

Fala pessoal, sou Rodrigo Lopes, tenho 25 anos e atualmente moro em Osasco-SP, mudei pra cá para ficar mais próximo do meu trabalho, aquelas coisas de qualidade de vida.

Tenho dois, digamos, filhos. Um é o Charlie (Charlie Harper) que é esta belezinha que lhes apresento hoje, um Honda Civic Coupé EXS 94 Red Milano. O outro é o Grey (Christian Grey) um Ford Del Rey GLX 86 Cinza, que ficará pra próxima vez. Sim, meus filhos têm nome de garanhões, comedores natos! Alguém na familia tem que ser comedor, que sejam eles, já que eu não tive a mesma sorte. Huahuahua.

Minha paixão por carro nasceu antes mesmo de mim. Desde criança eu colecionava aqueles catálogos que ganhava nos salões do automóvel, fui em todas as edições, até a vida adulta me chamar e me impossibilitar de comparecer, mas são coisas da vida.

Eu sempre tive um zelo muito grande por tudo, sendo meu ou não, eu lembro que quando criança eu ajudava meu pai a lavar o carro, mas ele só me deixava lavar as rodas, nós começávamos juntos e ele sempre terminava primeiro, ou seja eu passava meia hora em cada roda limpando tudo bonitinho, para limpar bem limpinho, para não manchar na hora de passar o “pretinho” no pneu.

Já larguei mulheres por conta do meu carro, já fui doente a este ponto. Hoje tudo isso não passa de boas histórias que rendem boas risadas com meus amigos que acompanharam toda essa fase. Não que hoje eu seja diferente, mas melhorei muito nesse aspecto. kkkkk. Hoje em dia, se alguém bate a porta do carro eu brinco dizendo “soldou a porta”, antes eu enlouquecia, tamanho o cuidado ou loucura mesmo. kkkkk.

Bom, eu claro como todo bom dono de EJ1 ( Sigla deste coupé até 95 ), conheci o carro no filme Velozes e Furiosos, com aqueles neons e tudo mais roubando carga e tal. Há alguns anos eu já queria ter um civic desse, coupé porque acho lindo carros com duas portas apenas. E quando fui atrás da ficha técnica do carro, pensei é este! Um carro 94 com teto solar, automático, piloto automático, air-bag, abs, freio a disco nas 4 rodas, direção hidráulica, ar condicionado e o ultimo item porém não menos importante, O Vtec. Começou a busca atrás de um exemplar que atendesse as minhas exigências. Pra mim, se tivesse painel riscado ou desbotado não servia, e muito menos volante ou manopla de cambio corroídos pelo famoso ácido úrico. Quase comprei um 96 que já muda a frente e a traseira, tudo porque queria um coupé, mas eu gostava daquela frente amigável e particularmente mais bonita, que foi produzida até 95. Com muito custo e muita paciência finanlmente encontrei o meu tão sonhado Charlie, único dono, com 36 mil milhas originais rodadas, simplesmente impecável. Só tinha um jogo de rodas Zuum que não me agradava. O único up que fiz nele foram as rodas do VTI EG, os dois tow hooks neochrome e só. Sou dono de Del Rey né, sabe como é, original é melhor, e quanto menos modificações melhor, purista e tal. Bom, rodei um bom bocado com a criança e hoje está com 53 mil milhas muito bem viajadas.

 

Uso o carro no dia a dia, ele é excelente para viajar, já fui para tantos lugares com ele que nem lembro qual foi a maior viagem, eu lembro de uma que rodei uns 1.200 km de ida e volta. O bicho vai que vai! na rodovia a 100-110Km/h com o ar ligado ele faz uns 14km/l facilmente, já na cidade ele faz uns 8,5-9km/l, isso na gasolina aditivada, porque só abasteço com gasolina aditivada, quando encho o tanque a diferença não chega a 10 reais. Ele faz curva muito bem e anda muito bem, tem ótimas retomadas pra um carro 94 automático, isso em rodovias, já na cidade é Honda né, manco, como todos os hondas kkkkkk pouco torque em baixa mas muita alegria em dirigir ainda assim. Gosto de carros antigos pois têm personalidade, e este civic é um tesão de dirigir, seja onde for. O único ponto fraco dele é a altura, rapaz, lombadas e valetas eu passo quase parando, até duas pessoas no carro, tranquilo, mas com 4 pessoas aí o cuidado é triplicado. Isso que ele nem é rebaixado, não tem mola esportiva e nem nada, menino virgem. huahauha.

A melhor história é difícil falar, porque são muitas, uma vez um garoto na rua apontou e disse para mãe: “Olha mãe, uma ferrari!”. kkkkk coitado do menino! Mas uma história vale lembrar que foi muito gostoso, voltando do Civic Nation, andei com 3 SI’s, muitos carros e nós acelerando (crianças não façam isso em casa!) coloquei no D3 e fui, lógico que eles tinham mais motor, mas ali não era uma reta livre, então no zig zag eu consegui puxar junto com eles e até passar, porque escolhi uma faixa que livrou mais a frente. kkkkk eu tiro onda falando que benguei os SI’s, ai ai esse dia foi louco!

Nossa, eu falo demais, né? kkkk (N.R.: Que isso Rodrigo, estamos adorando sua história!)

A pior parte é que eu vendi o carro, surgiu uma oportunidade de comprar um terreno, e moradia x carro é uma comparação injusta de ser feita não é mesmo?… Se alguém tiver interesse de levar o Charlie pra casa e cuidar bem desse garoto é só entrar em contato.

Obrigado a todos do Amigos Gearheads pela oportunidade e o espaço concedido.

E por hoje foi só pessoal! Essa foi a história de Rodrigo Lopes e seu Honda Civic. E se você quer participar do Carros da Galera é só mandar um e-mail para amigosgearheads@gmail.com. Lembrando que o carro da semana sempre será a capa do nosso Facebook. Esperamos que todos tenham gostado e semana que vem tem mais! Para ler sobre outros carros que participaram aqui do carros da galera, clique aqui.

Todas as informações aqui veiculadas são de total responsabilidade do autor das respostas e elas não necessariamente representarão a opinião do Amigos GearHeads.