Amigos GearHeads em apoio à luta contra o Câncer de Mama

O AGH tarda mas não falha, apoiando a nobre causa da campanha de Prevenção ao Câncer de Mama, estamos mudando nossa identidade visual para mostrar o apoio dos Amigos GearHeads. Então vamos saber mais um pouco sobre isso e também tomar as devidas precauções? Afinal não é apenas as mulheres que podem ter câncer de mama, homens também sofrem desse risco.

O Outubro Rosa começou na década de 1990, nos Estados Unidos, onde os estados faziam ações isoladas referentes ao assunto. Com a posterior aprovação do Congresso Americano, o mês de outubro se tornou o mês nacional de prevenção contra o câncer de mama no país.

Para mobilizar a população americana sobre a importância da ação, as cidades começaram a se enfeitar com laços rosas. Inicialmente, a ideia foi lançada pela Fundação Susan G. Komen for the Cure e os laços foram dados aos participantes da primeira Corrida pela Cura, realizada em Nova Iorque, em 1990. Depois disso, o objeto passou a ser distribuído em locais públicos, corridas, desfiles de modas, entre outros eventos.

No Brasil, as campanhas de conscientização sobre o câncer de mama acontecem desde 2002. A publicidade adotou o tom de rosa como motivador de campanhas no período, e ações em mídias sociais também tendem a ser reforçadas durante este mês. No entanto, especialistas da área médica ressaltaram, em levantamento apresentado no ISPOR em 2017, que ainda que a conscientização seja muito importante, é necessário cuidado com as mensagens divulgadas neste período.

 

Uma análise das postagens realizadas em redes como Facebook e Twitter em língua portuguesa mostrou que existe bastante desinformação nas campanhas de conscientização, especialmente acerca do autoexame, que não é considerado suficiente para a detecção precoce da doença. Tocar o próprio corpo e reconhecer sinais de possíveis mudanças é uma importante ferramenta de empoderamento da mulher frente à própria saúde, mas não substitui a mamografia, por exemplo. Dados do Instituto Nacional do Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA) apontam que apenas 2,5 milhões de mamografias foram realizadas em 2014, equivalente a uma taxa de 24,8%, bem menos do que os 70% recomendados pela Organização Mundial da Saúde (OMS) Em vários lugares do mundo principalmente nos EUA o outubro rosa é caracterizado por monumentos da cor rosa.

 

1. 25% dos casos de câncer em mulheres no mundo são de mama
2. O câncer de mama é o 1º em taxa de mortalidade em mulheres no mundo
3. 57.960 novos casos são esperados no Brasil em 2016
4. 51,3% dos casos ocorrem no Sudeste do país
5. 14 mil mulheres morreram por causa do câncer de mama no Brasil em 2013
6. Diagnóstico no primeiro estágio da doença tem 88,3% de sobrevida, em média
7. 30% dos casos de câncer de mama podem ser evitados com hábitos saudáveis
8. 66% dos casos são descobertos pelas próprias pacientes
9. Excesso de gordura abdominal aumenta em 74% o risco de câncer de mama
10. Lei determina início do tratamento em até 60 dias*

*(A Lei 12.732 de 2012 prevê que o tratamento contra o câncer no Sistema Único de Saúde (SUS) deve começar em até 60 dias após o diagnóstico. Essa determinação vale para todos os tipos de câncer, incluindo o câncer de mama.)

Entidades do setor, no entanto, afirmam que quatro anos após a criação da lei, o cenário ainda não está nem perto disso. Segundo o Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem, o tempo médio de espera para uma radioterapia no Brasil, por exemplo, é de 120 dias.

Entidades do setor, no entanto, afirmam que quatro anos após a criação da lei, o cenário ainda não está nem perto disso. Segundo o Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem, o tempo médio de espera para uma radioterapia no Brasil, por exemplo, é de 120 dias.

Fonte.