A Porsche lança no Brasil o Panamera 4 E-Hybrid

Equipado com dois motores, um a combustão e outro elétrico, o Panamera 4 E-Hybrid entrega até 462 cavalos de potência de forma combinada, além da potência, dispõe de uma suspensão a ar adaptável com amortecedores pneumáticos e ajustáveis, tração integral ativa com embreagem multidisco regulada eletronicamente e sistema de transmissão PDK de 8 marchas.

“Para nós, é um prazer comercializar este carro de extrema relevância para o futuro da marca mundialmente e também no Brasil. O Panamera 4 E-Hybrid é o nosso segundo modelo híbrido que trazemos para os clientes e fãs da marca no país. Um carro que oferece a perfeita combinação de performance, prazer em dirigir e eficiência energética. A esportividade e as linhas do icônico 911 são expressivas nesse modelo e muito fáceis de serem reconhecidas”, comenta Werner Schaal, Diretor de Vendas da Porsche Brasil.

O motor a combustão que equipa o Porsche Panamera 4 E-Hybrid é um V6 biturbo de 2,9l, 4 válvulas por cilindro e que entrega 330 cv de potência entre 5.250 – 6.500 rpm. O torque máximo de 450 Nm aparece a baixos 1.750 rpm e vai até bons 5.000 rpm, mostrando ser um motor muito potente e elástico. O motor elétrico rende 136 cv que gera 400 Nm de torque. Juntos, em modo combinado, geram 462 cv a 6.000 rpm e 700 Nm de torque entre 1.100 – 4.500. Com toda essa potência e junto com a tração integral e o câmbio PDK de dupla embreagem, o Panamera 4 E-Hybrid acelera de 0 a 100 km/h em 4s6 e atinge a velocidade máxima de 278 km/h. É possível também rodar somente com o motor elétrico e percorre-se até 50 quilômetros de distância a uma velocidade máxima de 140 km/h.

Bateria e Recarga

O sistema elétrico do Panamera 4 E-Hybrid pode ser recarregado de duas formas: pelo próprio carro, em desacelerações e frenagens, ou pela tomada elétrica convencional. A bateria pode ser recarregada em um intervalo entre 4 e 8 horas em uma tomada 220v.

Opcionalmente, poderá adquirir um carregador com potência de 7,2 kWh. Ao utilizar este carregador com um plug de tomada industrial de 5 pinos (incluso sem custo adicional), a bateria poderá ser carregada em apenas 2 horas.

No Panamera 4 E-Hybrid, o pacote Sport Chrono está incluído nos equipamentos de série. Dentre os diferentes tipos de condução, estão incluídos modos “Sport” e “Sport Plus”, conhecidos dos outros modelos Panamera com pacote Sport Chrono. Os modos “E-Power”, “Hybrid Auto”, “E-Hold” e “E-Charge” são específicos do Hybrid.

Caso haja carga na bateria, a partida do Panamera 4 E-Hybid será sempre dada no modo puramente elétrico “E-Power. O “Hybrid Auto” é um modo de direção totalmente novo. Aqui, o Panamera alterna e combina automaticamente as fontes de propulsão.

O modo “E-Hold” possibilita a manutenção intencional do estado de carregamento atual da bateria para que seja possível, por exemplo, dirigir no destino em uma zona ambiental de tráfego limitado de modo elétrico e, portanto, sem emissões. No modo “E-Charge”, ela é abastecida pelo motor a combustão; para isso, o motor a gasolina gera uma potência mais alta do que a efetivamente necessária para a direção.

O mais alto nível de performance da propulsão é disponibilizado nos modos “Sport” e “Sport Plus”. Nestes, o V6 biturbo (ou V8 nas versões mais caras) permanece continuamente ativo. No modo “Sport”, a carga da bateria é continuamente mantida em um nível mínimo, para disponibilizar reservas suficientes para o E-Boost. No modo “Sport Plus” o Panamera atinge também a velocidade máxima e a bateria é recarregada o mais rápido possível com o auxílio do motor a combustão.

Preços

  • Panamera 4 E-Hybrid – R$ 529.000,00
  • Panamera 4 E-Hybrid Sport Turismo – R$ 542.000,00
  • Panamera 4 E-Hybrid Executive – R$ 554.000,00
  • Panamera Turbo S E-Hybrid – R$ 1.233.000,00
  • Panamera Turbo S E-Hybrid Sport Turismo – R$ 1.212.000,00
  • Panamera Turbo S E-Hybrid Executive – R$ 1.242.000,00