Renault estuda trazer o Alpine A110 para o Brasil

Após ser apresentado no Salão de Genebra deste ano, o Alpine A110 quer conquistar outros oceanos. Brasil e Argentina estão sob a mira da empresa controlada atualmente pela Renault, e a expectativa é que o desembarque oficial do esportivo em terras brasileiras seja no ano que vem. Prova disso é que já existem unidades do cupê rodando na terra dos hermanos, como mostra a foto do Autoblog Argentina.

alpine
A110 rodando na Argentina

O A110 é equipado com um motor 1,8 litro derivado do 1.6 Renault. Montado na posição central-traseira, o bloco turbinado produz 252 cv e 32,6 kgfm, valores honestos para um carro de apenas 0,32 de coeficiente aerodinâmico e 1.080 kg (a distribuição de peso fica em 44% no eixo dianteiro e 56% no eixo traseiro). Além disso, a transmissão é de dupla embreagem da Getrag com 7 marchas. Com este conjunto, o Alpine tem velocidade máxima limitada em 250 km/h e chega aos 100 km/h em apenas 4,5 segundos.

21201548395416
O A110 é a releitura do clássico homônimo vencedor de ralis

O carro ainda conta com 3 modos de condução (Normal, Sport e Track) alterando mapa do motor, velocidade de atuação do câmbio, sistemas de segurança ativa, difusor do escapamento e peso da direção.

04395011700
Já pensou um modelo vendido aqui com o esquema de cores do Willys Interlagos?

A concorrência dispõe de Alfa Romeo 4C e Porsche 718 Cayman, sendo que apenas o último é vendido no Brasil. Considerando conversíveis, a briga adiciona Abarth 124 Spyder e Mazda Miata, mas eles são mais baratos que o trio de teto fechado.