Carros da Galera – Conheçam o Fiat Palio de Diego Tobias

Falaí galera GearHead, hoje estamos postando mais um projeto do Carros da Galera! Além de nos aproximarmos de vocês, isso fará com que todos possam conhecer outros carros, ver diversos pontos de vista em cima do mesmo, despertar aquela paixão escondida meio renegada e até mesmo tirar aquela dúvida final, aquele detalhe que faltava para te animar na compra do veículo!

Lembramos que não queremos apenas os projetos mais absurdos, qualquer um pode participar, o foco aqui é na sua história com seu carro ou outros carros, queremos conhecer nossos leitores também! Hoje traremos para vocês a história daquele carro mais manco que jumento velho com a pata quebrada, com uma suspensão tão macia que parece um barco, que não faz curva de jeito nenhum, se você olhar torto ele tomba. Com vocês a história de Diego Tobias e seu Fiat Palio.

Diga seu nome, idade, onde mora…aquela apresentação básica para a galera te conhecer!

Diego Tobias, 31 anos, trabalho como menino do computador (analista de suporte de redes), moro em Itaquaquecetuba/SP, casado e tenho uma filha de 2 anos e meio.

Qual carro você tem?

Atualmente tenho um Palio Fire 1.0 8v Flex, mas por muitos anos usei o Celta Life 1.0 Flex da minha mãe.

Eles tem algum apelido?

Hahahahaha, o palio ganhou o apelido de Fire por um evento acontecido nesse ano que contarei mais a diante e o celta acabo sempre chamando ele de Celtoso, não me pergunte o porquê.

Como você acredita que nasceu esta paixão por carros?

Creio que desde moleque, sempre fui mais de gostar de carrinhos do que de bonecos ou bolas, e isso só foi aumentando ao tempo que ia assistindo F1, Indy e tenho como ídolo Airton Senna.

Porque escolheu este carro? (Ou estes caso seja mais que um)

Não escolhi, em partes hahaha. O Palio era do meu pai, e como ele não conseguiu vender por causa dos débitos do carro, resolveu me dar. Já o celtoso, quando minha mãe foi comprar ela ficou entre um Palio 2p azul e o Celta. Perguntou minha opinião e o resto vocês já sabem.

Como você acredita que nasceu este amor/paixão/admiração por este carro em especifico?

Não sei, gosto de ambos os carros. O Palio é ligeiramente mais espaçoso, mas tem a direção mais pesada e ainda não tem vidros elétricos, coisas que o Celta da véia tem.

Quais carros já teve antes do atual?

Nenhum. O palio é meu primeiro carro.

O carro tem alguma alteração de motor e/ou estética!? Se sim, quais!?

Nenhum dois dois tem alterações, exceto filme nos vidros (ambos) e rodas 14″ no Palio.

Tem alguma pretensão de preparação de motor e/ou estética ou pretende deixar original!?

Eu queria colocar amortecedores preparados e molas esportivas para baixar um pouco, mas tenho restrição da esposa pra isso. Pensei em colocar aquele kit turbo plug and play, que esqueci o nome agora, mas é um investimento que não tenho como fazer no palio agora. [N.E. Ele fala do Kit E-Drive, um kit turbo exclusivo para motores Fire.]

Quais você considera os pontos fortes e fracos do carro?

Ponto forte do Palio é a suspensão, até que macia pro nível do carro. Ponto fraco é com certeza são os pífios 66cv do motor fire. Falta força em aclives mais íngremes.

Como é o uso no dia-a-dia!? (Conforto, consumo, manutenção, desempenho, etc)

Normal pra um carro 1.0, porém acho que ele é mais beberrão do que deveria.

Como são seus gastos com o carro?

A manutenção básica é a média dos concorrentes. O que gastei mesmo foi quando o motor fire fez jus ao nome e quando eu (por idiotice) queimei com a junta do cabeçote.

Qual foi a viagem mais longa que já fez com ele?

Ainda não fiz viagens com o Palio por receio (documentos atrasados) e com o celta já fui pro litoral com ele, nada mais que isso.

Como se portou durante a viagem?

A viagem com o Celta foi tranquila, ida e volta sem sustos.

Ele já te deixou na mão? (Quebrar em algum lugar longe de casa/voltar de guincho pra casa) O que aconteceu?

Ambos! hauhauhauhauahuauahuahauhauhu…Em 2010,o celta estava com problema não sei se na cebolinha ou na bomba de óleo. Levamos num mecânico que “era” de confiança que desdenhou do problema e nem olhou o carro. Disse que não era nada. Minha mãe confiou e uns dias depois tivemos que levar minha avó pra fazer uns exames pro tratamento de câncer no centro de SP. Quando estávamos na Dutra, começo a ouvir um “tec tec tec” vindo do motor e a luz do óleo acendeu no painel. Parei, minha mãe achou que estava sem óleo e colocou mais, mesmo assim a vareta estava seca. Quando o guincho da rodovia chegou e ouviu o barulho já foi falando que o virabrequim tinha ido pro espaço. Resultado 2 meses no mecânico e quase R$ 3.000,00 pra refazer o motor.

Já o palio foi em janeiro desse ano (2017), numa tarde de chuva estava indo pra casa da muié quando do nada o carro começa a falhar e apaga. Tentei ligar de novo, fumaça entrando no interior, eu não conseguindo abrir o capô e ele ficando marrom, quando pessoas começam a parar, me pedir o extintor e tentar abrir o capô. De baixo da chuva, usamos o meu e mais uns 2 extintores de outros carros pra conseguir conter o fogo e no fim, mais R$ 2.500,00 pra refazer TODA a elétrica do carro. Depois comprei um capo novo e levei na oficina do nosso amigo Bruno Graf (recomendo muito) pra fazer a mão de obra.

Qual a melhor história que já teve com este carro!?

História só o Celta tem. A mais engraçada é que depois de sairmos, a muié e eu, uma amiga dela e um amigo meu, depois de uma noite de bebedeira, a amiga (que nunca tinha bebido na vida), qdo tava pegando meu amigo no banco de trás, vomitou no carro todo. Não dava pra deixar ela em casa naquele estado e fomos os 4 pra um motel. Meu amigo foi pra um quarto cuidar da amiga e eu passei quase a noite toda tirando vomito de dentro do carro com a minha namorada se segurando pra não vomitar junto! Tive que fazer uma higienização no carro e o cheiro ainda ficou umas boas semanas até sumir hauahuahuahauhauha.

E a pior?

As piores e a mais engraçada eu contei ali em cima, hehehe

Pensa em algum dia trocar/vender este carro!?

Sim, pretendo ficar mais 1 ou 2 anos com ele até me estabilizar financeiramente. Só quero ver se consigo regularizar a documentação dele até lá, mas vou usando e cuidando enquanto isso.

Se quiser, sinta-se a vontade para fazer um resumão do carro, coloque algo que não perguntamos, algo que você acredita que deva ser citado, algo que você acha que possa inspirar os próximos GearHeads! Valeu!!!

Eu não sou aquele GearHead que coloca o carro num pedestal, que sábado é o dia sagrado pra lavar o carro (coisa que odeio), mas carros são uma coisa que realmente mexem comigo. Hoje me contento em apenas manter a manutenção em dia pra não ter problemas, mas sempre que puder vou fazer o possível pra melhorá-lo. Sobre meu carro, poderia ser melhor sim, mas gosto dele do jeito que está. Ele atende a minha necessidade hoje e isso é o que importa pra mim.

E por hoje foi só pessoal! Essa foi a história do Diego e seu Palio. E se você quer participar do Carros da Galera é só mandar um e-mail para amigosgearheads@gmail.com. Lembrando que o carro da semana sempre será a capa do nosso Facebook. Esperamos que todos tenham gostado e semana que vem tem mais! Para ler sobre outros carros que participaram aqui do carros da galera, clique aqui.

Todas as informações aqui veiculadas são de total responsabilidade do autor das respostas e elas não necessariamente representarão a opinião do Amigos GearHeads.