Carros da Galera – Conheçam o Fiat Palio de Ravel Alvarenga

Falaí galera GearHead, hoje estamos postando mais um projeto do Carros da Galera! Além de nos aproximarmos de vocês, isso fará com que todos possam conhecer outros carros, ver diversos pontos de vista em cima do mesmo, despertar aquela paixão escondida meio renegada e até mesmo tirar aquela dúvida final, aquele detalhe que faltava para te animar na compra do veículo!

Lembramos que não queremos apenas os projetos mais absurdos, qualquer um pode participar, o foco aqui é na sua história com seu carro ou outros carros, queremos conhecer nossos leitores também!Hoje traremos para vocês a história daquele carro que sai mais de frente que carro de corrida com pneu dianteiro furado, que a Fiat mudou a cara durante anos mas nunca trocou o chassi, um carro tão lento que quando chega a 80km/h você já chegou no destino (atrasado é claro), um carro que quando tira racha com 147 perde e uma suspensão que faz você se sentir no meio do mar. Com vocês a história de Ravel Alvarenga e seu Fiat Palio.

Olá pessoal! Meu nome é Ravel, tenho 21 anos, sou de Divinópolis/MG e atualmente estou morando em Formiga/MG, pois faço faculdade lá. Gosto de carros desde criança e brincava muito de carrinhos, principalmente com meu primo, e inclusive, tenho muitos deles até hoje. Tenho lembranças de chorar muito quando meu pai trocava de carro kkk, de tanto carinho que eu tinha com o modelo. Depois de velho, fico é mais ansioso para ele trocar, vai entender… Minha paixão por automóveis com certeza veio dele, que sempre me falava muito sobre o assunto, desde histórias, informações, etc.

Mas vamos ao que interessa. No começo de 2017, eu ainda de férias e um dia antes de voltar para Formiga, meu pai me faz uma surpresa: chego em casa e vejo o Palio lá. Tratava-se de um Fiat Palio EX 1.0 1998/99 cinza steel, que era da minha tia desde 2010, e foi o meu primeiro carro. Foi o máximo saber que eu pegaria estrada um dia depois com meu próprio carro, e ao lado da minha namorada, que estudava comigo.

Foto do dia que ganhei

Demorei para dormir naquele dia, imaginando no que eu poderia mexer no carro para deixa-lo com a minha cara.

Na primeira semana, já lhe dei o apelido: Bambino. Foi o nome que veio à minha cabeça quando olhei para um pequeno “italiano” desenhado por Giorgetto Giugiaro. Naquela época, pesquisei muito sobre o Palio “G1”, desde versões, motorização, opinião do dono, etc. Eu queria saber tudo sobre o carro. Pouco tempo depois, até tive um aperto no coração e até fui no médico. Tudo apontava para ansiedade, provavelmente por só pensar no carro, acreditam? kkkk

Confesso que nunca dei bola pros Palios antes de tê-lo, mesmo sendo muito fan da maioria dos Fiat, como Tempra, Tipo, o Uno, Marea…

Falando de mudanças no carro, ele possui somente alterações estéticas, pois é o que tenho condições de fazer no momento, já que não trabalho e só recebo bolsa da faculdade. Mas mesmo se eu tivesse condições, não gastaria em preparação de motor, por achar que não compensa investir em um 1.0 de concepção antiga. Mas se tratando das mudanças estéticas, realizei algumas, e ainda pretendo continuar o projeto. Meu projeto era o seguinte: Basear na Palio Weekend Sport 1998/ Siena Mtv 1998 e “criar” um Palio Sport, coisa que a Fiat deveria ter feito, na minha opinião. Além disso, também imaginei como seria um Palio Abarth.

Então vamos para as alterações (vou listar as principais): Primeiramente coloquei um blackout e um adesivo Abarth nele. Em seguida, veio o encosto de cabeça da Palio Weekend Sport (que é o mesmo do Uno Turbo e Tipo 1.6)

Além disso, um adesivo escrito “FASTFIAT” no vidro traseiro e uma ponteira esportiva. O Palio tava começando a ter outra cara…

Acendi as setas junto com o farol, coisa que sempre curti…

No interior, eu troquei o porta objetos do painel (vem no Palio EX) por um cinzeiro (vem nos Palios mais completos), troquei a tampa dos fusíveis, colocando o dos Palios mais completos, que vinham com porta objetos. coloquei porta objetos lateral (infelizmente o do Palio “chinesinho”, pois foi o único que encontrei) e por fim, troquei o miolo da buzina do Palio EX pelo do Palio EDX (um a logo da fiat é em baixo relevo, e no outro tem um emblema no lugar, respectivamente. Na foto abaixo é possível perceber o emblema)

Falando em volante, sempre quis colocar aquele da MOMO da Palio Weekend Sport, mas só o encontrei no Mercado Livre por um preço altíssimo, devida à sua raridade. Ai tive uma ideia, que não foi das melhores: colocar um volante da Fiat dos anos 90 que eu também gostava. Foi ai que comprei o volante do Tempra (95 a 99). O modelo é muito bonito, mas tive que devolver por não servir adequadamente no Palio (se eu o colocasse, perderia a função de desarme da seta quando desviramos o volante, e ainda teria que adaptar a buzina em outro lugar)

Que eu me lembre, foram estas as principais alterações, e abaixo mostro como está o carro atualmente.

Eu até o desenhei!

Nesta altura, vocês devem estar se perguntando: Cadê as rodas de liga e porque o carro não está rebaixado? Porque o Ravel não fez as principais coisas que se deve fazer?
Desde que comprei o carro, é a coisa que mais quero fazer, e sempre pesquiso, mas nunca encontro uma bacana com um preço bacana. Eu até comprei umas rodas, mas tive problema com a furação. Passei pra frente na mesma semana…

Se fosse para escolher, seria as 14” da Palio Weekend Sport, as 15’ do Brava ou as 15’ do Marea Turbo.
Sobre rebaixar, eu pretendo depois que colocar as rodas, para não ter problemas caso eu coloque uma aro 14 ou 15. Além disso, a cidade que moro é bem esburacada, o que me desanima constantemente…

Outras ideias que estão no projeto são:

  • Colocar um aerofólio baixo
  • Trocar as lanternas traseiras pelas fumês
  • Colocar o spoiler lateral original
  • Maçanetas de porta e retrovisores da cor do carro
  • Moldura do painel central com relógio
  • Painel de instrumentos com RPM
  • Pedaleira de alumínio
  • Placa dianteira na lateral do para choque
  • Capa Eurolook no capô

Agora, irei responder algumas perguntas:

Quais você considera os pontos fortes e fracos do carro?

Fortes: Design; ergonomia

Fracos: Consumo de combustível, ter poucos opcionais e um acabamento muito básico em relação aos Palios mais completos e idade.

Como é o uso no dia-a-dia!? (Conforto, consumo, manutenção, desempenho, etc)

Tranquilo, satisfaz minhas necessidades.

Qual foi a viagem mais longa que já fez com ele?

80km entre Divinópolis e Formiga

Como se portou durante a viagem?

O motor é fraco para a estrada. Se depender do carro, andaria só a 80km/h.

Ele já te deixou na mão? (Quebrar em algum lugar longe de casa/voltar de guincho pra casa) O que aconteceu?

As duas vezes que estragou foi dentro da minha garagem, e a 3 quarteirões da minha casa. Tive sorte kkk

Pensa em algum dia trocar/vender este carro?

Meu sonho desde adolescente é ter um Marea. Mas pelo valor da manutenção, fica difícil. Então pretendo pegar um Brava ou um Stilo, nos próximos anos.

Agradeço a equipe do AGH pela oportunidade de participar do quadro. Foi um prazer. Abraços para a equipe e leitores.

E por hoje foi só pessoal! Essa foi a história do Ravel e seu Palio. E se você quer participar do Carros da Galera é só mandar um e-mail para amigosgearheads@gmail.com. Lembrando que o carro da semana sempre será a capa do nosso Facebook. Esperamos que todos tenham gostado e semana que vem tem mais! Para ler sobre outros carros que participaram aqui do carros da galera, clique aqui.

Todas as informações aqui veiculadas são de total responsabilidade do autor das respostas e elas não necessariamente representarão a opinião do Amigos GearHeads.