Alguém está montando um Punto 5 cilindros

O AGH se tornou mestre em descobrir carros nacionais com receitas estúpidas. No dia 5 de Janeiro de 2017 achamos um Opala sendo preparado com um motor BMW M73, de 12 cilindros em V, 326 cv a 5.000 rpm e 50 kgfm a 3.900 rpm. Mas ao contrário deste Opala, o projeto de hoje está muito mais difícil de ser encontrado do que imaginávamos.

FIAT Punto: um carro comum

O FIAT Punto é um compacto italiano que foi vendido por aqui entre 2007 e 2017 (10 anos já se passaram, nem parece) mas que surgiu em sua terra natal em 2005. Poucos sabem mas o Punto (lá chamado de Grande Punto) utiliza a plataforma do Opel Corsa D, sucessor do último Corsa que tivemos em linha no Brasil, devido a aliança entre FIAT e GM ocorrida em março de 2000.

A versão T-Jet já é bastante fuçada no mercado nacional

Mas chega de falar de história, você abriu essa publicação porque tem interesse em conhecer um Punto com motor fivetech.

Uma capivara cinco bocas!

E é isso. As fotos chegaram num certo mensageiro móvel e só. Não há qualquer informação. Mas o trabalho investigativo do Amigos GearHeads nunca para e descobrimos algumas coisas através das fotos.

Repare na mini-frente serrada por causa do coletor maior

A preparação é aspirada, provavelmente de um Marea 2.4. Pensem comigo, qual o sentido de juntar esforços para fazer caber um motor 5 cilindros no cofre de um Punto, aspirado e na versão 2.0 que rende apenas 142 cv a 6.000 rpm e 18,1 kgfm a 5.000 rpm? O negócio é cair de cabeça logo no 2.4, que rende 160 cv na mesma rotação e tem mais torque mais cedo, 21 kgfm a 3.500 rpm. Apesar disso, ainda não existem semi-eixos no carro provavelmente pela dificuldade em adaptá-los.

No entanto o que mais chama atenção no projeto é o coletor de escapamento. Além de confirmar que trata-se de uma mecânica aspirada, a peça nada mais é do que uma obra de arte. Por sinal o escape com um cano a mais fez o conjunto de arrefecimento ser deslocado para frente, o que ocasionou na serragem da mini frente. Contudo, para manter a rigidez torcional, uma barra estabilizadora foi instalada na região.

Aquela tomada ali me parece bastante brasileira. Usar garrafa pet como recipiente também.

Dá pra perceber também que o projeto é brasileiro. O padrão de tomadas, a cerâmica (ora ora, temos um Xeroque Rolmes aqui) e toda a ambientação nos fazem quase se sentir na garagem de casa. E é isso. Não achamos mais nada.

Ainda não há semi-eixos no projetos

Após escavar a internet e a deepweb encontramos apenas dois relatos de FIAT Punto usando a mecânica fivetech, só que trata-se de modelos da primeira geração, que nunca foi vendida no Brasil. O primeiro vídeo, gravado por um microondas, mostra um Punto amarelo supostamente equipado com o 2.0 20v turbo rendendo 507 cv. Nota-se o ronco característico de um motor 5 cilindros:

O segundo relato de um Punto 2.0 20v turbo é mais moderno e mais detalhado, com o compacto rendendo 588 cv. Só que dessa vez as consequências são um pouco mais trágicas. Imagine você, numa pista de arrancada, até que a segunda marcha quebra. Pois foi o que aconteceu:

E acaba aí.

Esse escapamento me parece muito mal intencionado. Gostamos.

Se você possui mais informações sobre este projeto fale conosco através do contato@amigosgearheads.com.br.