Carros da Galera – Conheçam o VW Fusca de Daniel Villar

Falaí galera GearHead, hoje estamos postando mais um projeto do Carros da Galera! Além de nos aproximarmos de vocês, isso fará com que todos possam conhecer outros carros, ver diversos pontos de vista em cima do mesmo, despertar aquela paixão escondida meio renegada e até mesmo tirar aquela dúvida final, aquele detalhe que faltava para te animar na compra do veículo!

Lembramos que não queremos apenas os projetos mais absurdos, qualquer um pode participar, o foco aqui é na sua história com seu carro ou outros carros, queremos conhecer nossos leitores também! Hoje traremos para vocês a história de um famoso causador de discórdia entre amigos quando sua cor é azul, um carro que podemos chamar de Porsche raiz, ou pai dos Porsches, que você arruma ele com um chiclete e um pedaço de arame, um carro que mesmo se você abastecer com água ele vai andar, com uma suspensão tão arcaica que resiste até os piores desastres, aquele carro que é pior que barata. Com vocês a história de Daniel Villar e seu VW Fusca.

Fala galera viciada em apertar parafuso. Meu nome é Daniel Nunes Villar, tenho 33 anos, sou carioca de nascimento e há 8 anos vim passar um pouco de frio em Curitiba, conheci minha bela esposa, casei e Deus me abençoou com um herdeiro(o verdadeiro dono do Fusquinha que vou apresentar por aqui) que hoje tem 2 anos de idade e já GearHead e berço.

Minha paixão por carros na verdade eu nem sei onde começou mas que eu lembre fui influenciado pelo meu saudoso avô Wilson que conservava ele mesmo um Fusca 1980 e com seus conhecimentos mexia nele com suas ferramentas e conhecimento m mecânica. Eu como bom primeiro neto vivia na cola dele é ali fui ganhando amor pelos VW a ar e suas maravilhas da engenharia.

Esse exemplar que apresento ganhou o apelido de Horácio(aquele dinossauro verde do gibi da Turma da Mônica) pelas suas características serena, sua forma, sua cor e por ser uma antiguidade como o dinossauro.

Mas a história desse carrinho não começa simplesmente assim começando, senta aí que lá vem história e prometo ser breve.

Já tive alguns carros bacanas pra contar histórias mas vamos só passar um pouquinho pelos que lembro: Meu primeiro foi um Fusca 1980, depois um Chevette 1991 DL, Chevette 1976 tubarão(talvez um dos que tive mais ciúmes e que tentei restaurar mas parei no meio), Parati 1989 turbinada, Honda Civic 2000, Fusca 1969 que parei o projeto de por AP no meio para me mudar para Curitiba, Ford Galaxie 500 1968, Audi A3 180cv, Fusca 1974 vermelho presente do meu sogro Alessandro Gulin, Variant 1972, New Beetle 2008 e por aí vai…

Quando solteiro, morando na casa dos país e doido por carros, consegui realizar um sonho de ter um V8 e comprei um lindo exemplar FORD Galaxie 500 1968 que me fez muito feliz por longos 9 anos, mas como tive que me mudar para Curitiba, o carro ficou meio abandonado na garagem dos meus pais. Quem cuidava dele era meu pai que fazia tudo pelo carro em seus momentos de (pouquíssima) folga e eu não achava justo deixar ele com mais esse trabalho(aqui eu agradecimento enorme ao meu pai Luiz e a minha avó Therezinha que nunca reclamou de óleo no chão da garagem…saudades da minha vovó).

Aqui eu a patroa e o Galaxie em 2012

Decidi então que deveria não incomodar meus pais e muito menos meu grande amigo que me emprestava tudo que era ferramenta e fazia uns ajustes para mim(valeu irmão Thiago Muniz).

Anunciei com muito pesar no coração o meu Ford e recebi DIVEEEEEERSAS propostas de troca é nenhuma me atraia de jeito nenhum. Muitas motos, terrenos em ribanceiras, carros financiados, eletrodomésticos (sério, não é piada) e afins…Porém eis que surge uma proposta animadora, seria um Fusquinha placa preta de um rapaz chamado Sávio da cidade de Lavras em Minas Gerais que parecia de bem séria. Seria o Fusca é mais uma quantia em dinheiro (que naquela hora seria muito interessante) e pelas fotos que ele mandou, com todos os detalhes, era negócio fechado.

Carro no guincho, o rapaz veio de MG para o RJ (onde estava meu Galaxie) e voltou para casa pouco depois. Pronto, negócio fechado. Veio a hora de olhar para a garagem e ver meu novo carro na garagem e o sorriso do primeiro placa preta da minha vida.

O sorriso no rosto de quem conhece um VW a ar

O Fusca ficou mais algum tempo no RJ até que eu trouxe ele pra Curitiba e chegando aqui, parece que o meu filho já percebeu que esse é o carro que a gente vai manter como relíquia/herança de família pois não tenho interesse de me desfazer dele.

E pra ter mais sorte, o sogro também curte um VW, a esquerda um dos Fusca dele, que por coincidência também é verde Caribe e no meio o Lucas e seu brinquedo favorito, não poderia deixar de ser um Fusca.

Nunca me deu problema algum, nunca me deixou na mão e sua mecânica básica e robusta além de sua farta opção de peças, que diferente do Galaxie, onde um simples filtro de óleo do motor V8 272 me causavam buscas na internet e nada a pronta entrega, me facilita a manutenção e confiabilidade.

Aqui o Fusca na garagem e o Galaxie embarcando rumo a MG ao fundo, já no guincho

Estou programando a primeira viagem mais longa com ele, vou sair de Curitiba para Pomerode em Santa Catarina no festival de VW que rola por lá e é uma boa pra quem ama os Fuscas e derivados.

Bom acho que é isso no resumo, aproveito para deixar aqui o que penso para quem leu essa história até aqui e está afim de ter um VW a Ar, vou repassar minhas impressões sobre eles mesmo sendo suspeito em falar.

Pontos Fortes do carro: Carisma e design único(qualquer criança reconhece e ama), manutenção barata e descomplicada, valorização(subindo preço cada vez mais), prazer e diversão ao dirigir.

Pontos Fracos: desconfortável para viagens muuuuuito longas, barulhento(pra quem não gosta, eu amo), direção não é tão leve.

No mais é isso turma, espero que tenham curtido o relato da história desse Fusquinha e da minha família.

Um enorme abraço a todos!!!

E por hoje foi só pessoal! Essa foi a história do Daniel e seu Fusca. E se você quer participar do Carros da Galera é só mandar um e-mail para contato@amigosgearheads.com.br. Lembrando que o carro da semana sempre será a capa do nosso Facebook. Esperamos que todos tenham gostado e semana que vem tem mais! Para ler sobre outros carros que participaram aqui do carros da galera, clique aqui.

Todas as informações aqui veiculadas são de total responsabilidade do autor das respostas e elas não necessariamente representarão a opinião do Amigos GearHeads.