Ford Ka Freestyle: e não é que essa moda aventureira voltou mesmo?

Há um tempo atrás uma onda de carros aventureiros tomou conta das nossas ruas e pareceu não ter mais fim. Essa “onda” começou quando a Fiat criou as versões Adventure da pickup Strada e da sua SW Palio Weekend. Com o passar do tempo o Adventure evoluiu e segue até hoje entre nós na Weekend, Strada e Doblô (sim, ainda existe Doblô), mas para o restante das marcas a ideia morreu e a vida seguiu.

Mas não viemos falar de Fiat e sim de FORD!

A montadora resolveu reavivar o espirito aventureiro agora que sua linha tem uma identidade visual mais definida em toda a linha (Grade frontal grande, faróis esguios e etc) e assim chega ao mercado brasileiro o Ka Freestyle.

O estilo lembra muito a versão Storm ca Ecosport.

Vamos as novidades técnicas: pra ganhar o apelido de “Utilitário” da própria Ford, o Ka oferece além de maior altura livre do solo, de 188 mm, tem bitola ampliada em 30 mm que favorece a estabilidade. Conta também com eixo traseiro 30% mais rígido e barra estabilizadora de diâmetro maior (23 mm). Amortecedores e molas recalibradas ajudam as rodas aro 15″ a absorver melhor os impactos em superfícies irregulares e agora ele vem calçado com pneus maiores com medida 185/60. Coxins do motor agora possuem amortecimento hidráulico e a direção elétrica tem uma calibração também única para a versão, ficando mais progressiva de acordo com a velocidade e também tem sistemas inteligentes que compensam vibrações e variações causadas pela inclinação da pista, vento e suspensão. Controles de estabilidade, tração e anti-capotamento (ARP – Active Rollover Protection) com sensor de deriva agora fazem parte do pacote que faz o pequeno notável se manter na pista. Esses sistemas são capazes de estimar a rolagem da carroceria em função da aceleração lateral e, se necessário, aciona os freios individualmente e reduz a potência do motor para garantir o controle.

Interior evoluiu muito o nível de acabamentos nesta versão.

Estreando na linha Ka, a Ford traz a nova transmissão automática de seis velocidades (6F15), com conversor de torque integrado, tem funcionamento suave e silencioso, com a opção de trocas manuais na alavanca. Seu sistema eletrônico avançado de controle hidráulico conta com sete solenóides. A transmissão manual MX65 também é nova, com vários avanços para oferecer precisão, economia e baixo nível de ruído, incluindo peso reduzido e primeira, segunda e terceira marchas com dupla sincronização. Some isso ao motor 1.5 Ti-VCT Flex de três cilindros com potência de 136 cv (também usado no EcoSport) que entrega a apenas 1.500 rpm 85% do torque máximo de 16,11 kgfm. As novidades incluem quatro válvulas por cilindro com controle independente na admissão e escape, coletor de escape integrado ao cabeçote, bomba de óleo com controle variável de pressão e sistema de partida a frio Ford Easy Start, sem tanque auxiliar de gasolina.

Estreante no Ford Ka, agora há opção de câmbio automático.

Por fim o “Kazinho” vem bem equipado nesta versão: os retrovisores trazem piscas integrados e o carro tem rack de teto com design aerodinâmico suporta até 50 kg. O interior também traz uma combinação exclusiva de cores, com teto preto e marrom escuro aplicado no painel, moldura do console e frisos das portas e duas portas USB no painel para carga rápida de celulares. Os bancos são revestidos em couro e tecido, com duas faixas em tom mais claro no centro e pespontos do mesmo tom. Vem também com SYNC 3, a central multimídia de última geração da Ford, com tela flutuante sensível ao toque de 6,5 polegadas e recursos avançados de conectividade. Ela é compatível com Android Auto, Apple CarPlay e dá acesso a vários aplicativos. Entre outras funções, é o único que permite a sincronização do Waze com aparelhos iPhone, além de Android, pela interface SYNC AppLink.

O que não agrada muito ao consumidor é o preço do novo aventureiro: a versão manual chega com o preço de R$63.490. Com a transmissão automática, disponível pela primeira vez na linha, sai por R$67.990. Como oferta especial de lançamento, a Ford vai financiar o Ka FreeStyle automático com taxa zero em 24 meses e quem comprar o modelo na pré-venda vai ganhar as três primeiras revisões de graça, além de um bônus de R$2.000 na valorização do carro usado na troca. Ainda assim, é salgado pra um hatch.

Confiram os detalhes e inovações visuais.