O que muda com a parceria global entre Ford e VW, nome Autolatina já está descartado

Não, ainda não voltamos no tempo. Mas soa como déjà vu: Volkswagen AG e Ford Motor Company anunciaram na terça (19) a assinatura de um “Memorando de Entendimentos”. Isso significa que elas estavam brigadas e agora reataram? Talvez, mas quer dizer mesmo que este é o início de estudos para a formação de uma “aliança estratégica” entre os dois conglomerados.

Um Fiesta TSI e um Polo Ecoboost: já pensou?

Uma nota divulgada pelas duas montadoras faz questão de ressaltar que a aliança entre Ford e VW não envolve acordos acionários. Ou seja, as duas empresas deverão se unir para o desenvolvimento de projetos conjuntos mas, diferente do que aconteceu no Brasil dos anos 80 e 90, estamos falando de veículos comerciais. É interessante notar que deve sair coisa boa daí: a Ford tem grande expertise em pick-ups e caminhões enquanto que a VW praticamente desenvolveu o carro comercial leve com a Kombi.

Jim Farley, presidente de Mercados Globais da Ford, afirmou que “essa potencial aliança com o Grupo Volkswagen é mais um exemplo de como podemos nos tornar mais ajustados como negócio, criando ao mesmo tempo um portfólio global de produtos vencedores e expandindo nossas capacidades.” Já o diretor de Estratégia do Grupo VW frisou que “a potencial colaboração industrial com a Ford é vista como uma oportunidade para melhorar a competitividade global das duas companhias.”

A Volkswagen emprega 600 mil pessoas e é dona de 12 marcas de carros, motos e caminhões. A Ford já foi melhor, possuindo influência sobre Jaguar e Land Rover. Hoje ela emprega 200 mil funcionários e é dona da Troller. E sim, devemos um post sobre a história da Autolatina.