PSA percebe que não dá pra viver pra sempre de THP e pede ajuda pra Opel

A Opel, comprada há pouco pela PSA, irá assumir a responsabilidade de desenvolver uma nova família de motores quatro cilindros para o grupo PSA. A novidade é que isso deve se estender para Europa, China e até mesmo a América do Norte, continente onde Peugeot e Citroën nunca foram necessariamente bem vendidos.

Carlos Tavares, presidente do PSA Groupe

Experiência a Opel tem: mesmo sem nunca vender um carro nos EUA, a fabricante alemã adquiriu uma grande expertise no mercado devido a ligação com a General Motors. Para quem não se lembra os motores Família 1 e Família 2 são projetos Opel, e os mesmos foram vendidos também na América do Norte.

O C20XE, membro da Família 2, é um projeto Opel

Esses novos quatro cilindros deverão estar prontos para receber algum componente elétrico, como o alternador diferentão que a Mercedes-Benz está fabricando. Isso já é para deixar claro que os carros híbridos deverão marcar presença no grupo francês a partir de 2022.

O centro de engenharia da Opel em Rüsselsheim irá cuidar deste desenvolvimento, mas não é só isso. A planta também ficará encarregada de estudar combustíveis alternativos, pilhas de hidrogênio, bancos mais ergonômicos, câmbios manuais e recursos de segurança ativa e direção autônoma.

Fonte.