Aston Martin DBS Superleggera – Novo sonho de vida

O novo Aston Martin DBS Superleggera marca o retorno de nomes históricos para a britânica, DBS e Superleggera. Antes disso? Surgiu na DB4, 5 e 6. O DBS Superllegera homenageia a histórica tecnologia de construção super leve do famoso fabricante de carrocerias italiano.

Essa nova era da Aston Martin, agora trás um novo Super GT, um gran turismo invocado, que chamará muita atenção por onde passa. Usando painéis de fibra de carbono de formas musculosas, esse modelo mostra seus nervos por fora e acompanha por de baixo do capô, com um V12 twin-turbo de 5.2 litros! Até seu Opala ficará com inveja desse consumo.

O carro que toma o lugar do Vanquish S, agora irá ter 725 cavalos Reais e um torque absurdo de nada menos de 92kgfm! Uma patada de torque  de 1800 à 5000RPM, num carro que te leva do 0 à 100 em apenas 3.4 segundos, sendo 0 à 160km/h em apenas 6.4 segundos até chegar na velocidade máxima de 340km/h(!!!!). Se você não está impressionado, por favor nos fale sobre a preparação do seu uno com escada que queremos testa-lo.

Seu novo papel de parede para o celular está aqui

Com um design e engenharia modernos, o novo DBS Superleggera evoca imponência e reputação das Astons mais amadas e icônicas do passado. Mesmo com o design sendo a parte chave do desenho, muita engenharia foi imposta para criar um carro capaz de gerar 180kg de downforce em velocidade máxima. Com um câmbio automático de oito velocidade da ZF (padrão europeu praticamente) jogando toda potência para as rodas traseiras, a DBS Superleggera é um gran tourer refinado que chega a 340km/h com características de super carro. A força pode ser administrada em três modos dinânicos; GT, Sport e Sport Splus, dependendo de sua vontade de enfrentar a morte.

Apesar de números de espantar até os mais acostumados com tamanha potência, o chefe de engenharia da Aston Martin, Matt Becker, comentou que; “Quando cheguei aqui há três anos atrás, uma Ferrari F12 era nossa referência que tínhamos na garagem, na qual deixava todos verdadeiramente assustados . A F12 para mim tem um motor e transmissão muito bons, porém em termos de chassi, eu sentia que a frente era de um carro e a traseira de outro, o carro não parecia estar ligado” – Adicionando após; “O DBS será completamente diferente em sua atitude, incrivelmente rápido mas domável para quaisquer seja suas habilidades.”

A Superleggera sai de fábrica já bem equipada, com um nível de equipamentos sofisticado. Incluindo sistema de cameras para visão em 360 graus, Sensor de distância, Assistente de Estacionamento, chave presencial, monitoramento de pressão de pneus e etc. Dentro ainda temos uma central multimídia com sistema DAB, navegão via GPS, Wi-Fi hub, conexão para telefones e entrada USB.

Para o interior, você tem uma vasta opção de acabamentos, couro macio e aromático ou alcântara são acabamentos padrão; nada de tecido aqui. As rodas são forjadas em desenho em Y, ou as rodas forjadas “twin spoke”. Ambas opções em 21″, calçadas em pneus PIrelli.

Encomendas podem ser feitas pela bagatela de 225 mil libras, ou 275 mil euros ou 305 mil dólares. Não nos pergunte em terras tupiniquins, pois será um absurdo.