Na volta das férias, o Halo foi o grande protagonista da F1 – Pitacos F1

A F1 finalmente voltou de suas férias, essas que por sua vez não nos deixou ficar com saudades, a dança das cadeiras nunca foi tão comentada, Alonso, Ricciardo, Sainz, vários pilotos trocando de assentos, a Force India que quase faliu e foi resgatada, um mundo de notícias que acabou saciando, mesmo que em partes essa fome por F1.

O corrida como um todo não foi lá das mais emocionantes, muito menos daquela que nos fizesse subir pelas paredes de emoção, mas teve lá seus momentos interessantes, principalmente na largada quando Hulkenberg esqueceu de freiar e esqueceu que tinha vários outros carros a sua frente e produziu um dos maiores acidentes da F1 nos últimos anos e que instantaneamente conseguiu tirar tres pilotos da corrida e outros dois acabariam abandonando em decorrência deste acidente. De positivo disso tudo, agora temos a certeza (não que antes ela fosse necessária) de que o Halo, apesar de não ser esticamente agradável aos olhos, sua função foi cumprida com maestria.

Um fim de semana que parecia desesperador para a Mercedes teve o jogo virado ainda no sabado, quando na última parte da classificação, a chuva amiga veio para colocar Hamilton numa importante pole-position, porém o jogo virou ainda nos primeiros instantes de prova, enquanto o final do pelotão acontecia um apocalipse, Vettel aproveitou para se manter o máximo possível no vácuo de Hamilton para que na grande reta tivesse a oportunidade de ultrapassa-lo e foi o que fez, em um movimento em que Hamilton parecia estar parado, Vettel ultrapassaou e foi embora segundos antes da direção de prova acionar o safety-car. Na relargada Hamilton até que tentou ameaçar algum ataque a Vettel mas o alemão não se assustou e começou a abrir cada vez mais vantagem para vencer a prova de ponta-a-ponta.

Hamilton viu uma outra chance de tentar superar Vettel ao tentar um undercut na parada de troca de pneus, mas se viu preso atrás de um Verstappen que acabou minando suas chances e dali em diante sequer teve chances de ao menos chegar perto do piloto da Ferrari.

Uma corrida um tanto quanto discreta e apagada fez Bottas, com o carro que tinha, o finlandês acabou demorando demais para chegar ao pelotão da frente e acabou até perdendo a chance de chegar ao pódio mas ao menos fez uma bela ultrapassagem em cima de Brendo Hartley na Eau Rouge.

Verstappen foi outro que também acabou apagado durante a corrida, após as ultrapassagens em cima dos carros da Racing Point Force India, acabou sendo esquecido pela transmissão, mas traz um ótimo resultado para a equipe que não almejava grandes conquistas em uma pista que não lhe é nada favorável.

Depois de uma ótima classificação, os dois carros da Racing Point Force India conseguiram um ótimo resultado, a equipe que chegou a correr o risco de nem conseguir correr e teve seus pontos zerados, já saiu da lanterna e esta apenas um ponto atrás da Sauber. Resta agora saber se ambos os pilotos continuam até o final do campeonato.

A Haas parece ter encontrado sua redenção, novamente viu seus dois pilotos terminarem a corrida nos pontos e esta cada vez mais perto da Renault e se continuar assim pode terminar a temporada como quarta colocada.

Mesmo com o fraco motor Honda, Gasly terminou a corrida numa ótima nona colocação, andou bem durante o final de semana e se a Honda conseguir a tão prometida evolução de potência e confiabilidade a Red Bull pode não ter motivos para se preocupar para 2019.

A corrida pode não ter sido a melhor a do campeonato, mas foi uma corrida boa e o campeonato segue apertadissímo, Vettel diminui a vantagem para Hamilton para apenas 17 pontos e a decisão vai se estendendo cada vez mais para o fim do campeonato, e isso está sendo maravilhoso.