As novas Ferrari Monza SP1 e SP2 foram reveladas

A nova Ferrari Monza SP1 e SP2 foram reveladas em uma ocasião fechada na fábrica em Maranello. Estes carros de séries especiais de edição limitada são os primeiros de um novo segmento chamado “Ícone” e inspiram-se nas Ferraris mais evocativas dos anos 50 e apresentam a mais avançada tecnologia de carros esportivos disponível atualmente.

Destinado a clientes e coleccionadores dedicados, o Monza SP1 e o SP2 fazem referência aos icónicos barchettas de corridas Ferrari do passado, nomeadamente os 1948 166 MM, que originalmente inspiraram o nome “barchetta”, e os 750 Monza e 860 Monza. Projetado com o único objetivo de vencer, esses modelos ajudaram a construir a lenda da Ferrari nos anos 50, oferecendo uma série de vitórias no Campeonato Mundial de Carros Esportivos.

A Ferrari Monza SP1 foi projetada como um carro de estrada de assento único que oferece uma experiência verdadeiramente única atrás do volante. A segunda configuração, o Monza SP2, que com à eliminação da cobertura do tonneau e ao acréscimo de uma segunda tela de proteção e uma segunda barra de rolagem, é um veículo de dois lugares que permite ao passageiro compartilhar as mesmas sensações de direção.

O Monza SP1 e o SP2 apresentam um design exclusivo, a melhor relação peso-potência de qualquer barchetta, graças ao uso extensivo de fibra de carbono na construção, e detalhes distintos, como faróis dianteiros e traseiros, rodas e interior, o que aumenta ainda mais a exclusividade dos carros. Equipados com o motor mais potente que a Maranello já construiu, um V12 de 810 cv, e que segundo a Ferrari, eles podem acelerar de 0 a 100 km/h em 2,9 segundos e 0 a 200 km/h em 7,9 segundos.

A arquitetura dos dois carros é baseada em uma forma monolítica com um perfil de asa aerodinâmico onde a completa ausência de teto e pára-brisa deu aos projetistas a liberdade de criar proporções únicas que não seriam possíveis em um carro tradicional.

O resultado é a sensação de velocidade empolada normalmente experimentada apenas pelos pilotos de Fórmula 1, que deriva do conceito de um cockpit esculpido no próprio volume do carro que envolve o motorista.

O Centro de Design da Ferrari procurou criar um design muito puro, como se tivesse nascido de um único traço de lápis, para transmitir um ideal de elegância intemporal, forma minimalista e detalhes refinados. Soluções visualmente complexas, como aquelas vistas em carros de corrida recentes, foram evitadas, dando lugar a uma linguagem de design formal mais discreta. Nunca um modelo expressou tal poder narrativo, destacando seu apelo como carro de motorista, onde a ligação entre homem e automóvel se torna simbiótica.

Uma escolha radical foi feita para o design das portas compactas dos carros que se abrem para cima. Igualmente importante é o conjunto de asa de castelo de fibra única de fibra de carbono que é articulado na frente para mostrar o imponente motor V12 uma vez aberto.

Tal como acontece com os modelos de corrida, a carroceria de ambos os carros é feita inteiramente de fibra de carbono leve. Todo o interior é recortado no mesmo material com um acabamento natural para melhorar o impacto desportivo do design. A redução de peso e a configuração “barchetta” garantem uma dinâmica de veículo única: perfeitamente equilibrada, sem qualquer tipo de rolamento, para o manuseio puro e descomprometido do carro esportivo.

Como estes são carros esportivos autênticos, um dos maiores desafios em seu projeto foi gerenciar os fluxos aerodinâmicos dentro do cockpit na ausência de um pára-brisa. A solução foi o inovador “Virtual Wind Shield” patenteado que foi incorporado na carenagem à frente do painel de instrumentos e do volante. O “Virtual Wind Shield” desvia uma parte do fluxo de ar para manter o conforto de condução.

Especialmente para os proprietários do Monza SP1 e SP2, a Ferrari, em colaboração com duas das principais marcas de luxo, Loro Piana e Berluti, criou acessórios elegantes inspirados nos cavalheiros. A seleção do piloto inclui macacões de corrida, jersey, capacete, luvas, cachecol e calçados para dirigir. Estes apresentam uma série de soluções técnicas para garantir um ajuste confortável e garantir a liberdade de movimento durante a condução.

Especificações técnicas (todas as informações foram disponibilizadas pela Ferrari)

MOTOR

Tipo
V12 – 65°
Deslocamento total
6496 cm3
Max. potência de saída * 603 kW (810 cv) a 8500 rpm
Max. torque *
719 Nm a 7000 rpm

DIMENSÕES E PESO

Comprimento 4657 mm
Largura 1996 mm
Altura 1155 mm
Peso seco ** 1500 kg (SP1), 1520 kg (SP2)

DESEMPENHO

0-100 km / h 2,9 seg.
0-200 km / h 7,9 seg
Velocidade Máx.: Mais de 300 km / h

Confiram abaixo outras imagens nesta super galeria.