Aliança Global entre VW e Ford: Autolatina está de volta?

Uma notícia já esperada se confirmou hoje durante o Salão de Detroit que começou ontem (14) e vai até 27 de Janeiro. As fabricantes de veículos Volkswagen e Ford, conhecidas pela criação da hoje extinta Autolatina, firmaram uma nova aliança global para aumentar sua competitividade e atender melhor os consumidores em uma era de rápidas mudanças na indústria.

Picapes médias estão nos planos de parceria entre as marcas.

A proposta formalizada para a imprensa hoje propõe desenvolver vans comerciais e picapes médias para os mercados globais já a partir de 2022. A aliança vai gerar ganhos significativos de escala e eficiência e permitirá a ambas as empresas compartilhar investimentos em arquiteturas de veículos que abrangem diferentes capacidades e tecnologias. Além disto, foi assinado um memorando de intenções para estudar a colaboração em veículos autônomos, serviços de mobilidade e veículos elétricos e iniciaram o aproveitamento de oportunidades. Ambas as empresas também afirmaram estar abertas a considerar outros programas conjuntos de veículos no futuro (será que surgirão parcerias também em veículos populares?).

A aliança, que não envolve a troca de ações entre as duas empresas, será dirigida por um comitê conjunto. Esse comitê será liderado por Jim Hackett (CEO da Ford) e Herbert Diess (CEO da VW) e incluirá executivos sênior de ambas as empresas.

Uma pincelada do que virá

Tanto a Ford como a Volkswagen possuem negócios robustos em vans comerciais e picapes ao redor do mundo, com linhas populares como a família Ford Transit e a Ranger, assim como as linhas Transporter, Caddy e Amarok da Volkswagen.

O volume total de veículos comerciais leves das empresas em 2018 somou cerca de 1,2 milhão de unidades globalmente, que poderia representar o maior volume combinado da indústria com o ganho de escala de produção. A ideia neste primeiro passo da aliança é explorar este mercado que tem projeções de crescimento para os próximos 5 anos.

A aliança propõe que a Ford desenvolva e construa picapes médias e vans comerciais maiores para ambas as marcas no mercado europeu. A VW por sua vez, se propôs a desenvolver uma van urbana também. Isso significa que no mercado Brasileiro os efeitos dessa aliança podem não ser vistos tão cedo (esperamos que lembrem da gente), mas seria ótimo voltar a ver por aqui frutos dessa parceria como aconteceu nos anos 90 mesmo essa não sendo a volta da Autolatina.

relembrando uma parceria de sucesso

Comparativos de época entre carros VW e Ford.

Em 1987, VW e Ford se uniram para criar a Autolatina. Uma joint-venture com a finalidade de reduzir custos de produção, compartilhando plataformas, motores e tecnologia num momento em que a economia do país não ia tão bem.

Dessa parceria surgiram projetos de sucesso, mas que deixavam o consumidor em dúvida na hora de escolher: Santana e Versailles, Apollo e Verona, Logus e Pointer e Escort (Quem não curtia um XR3 com o famoso motor AP?).

Gêmeos não idênticos.